Mortal

Mortal

Nem tudo é eterno entre a loucura

e a realidade real.

O mal o tal o sal

enfim:

o fim começa no inicio de tudo que é o nosso fracasso.

 

Nem tudo é mortal para além

do bem e do mal diante da minha impotência anti-nietzschiana.

Viver no inferno total

Pode não mudar nada

Mas é a estrada para a vida da caricatura.

É o caminho cruel e fatal.

A vida – esta senhora cansada – desenho num papel: é uma figura.

Raul Prates

Post Author: partes