Falha no controle de votação

A comissão responsável pela investigação da violação no painel eletrônico do Senado divulgou ontem as conclusões do relatório encaminhado à presidência do Senado e ao Conselho de Ética.
Pelo relatório, no dia 28 de junho foram realizadas mudanças no programa de votação que possibilitaram aos envolvidos saber o voto dos senadores na sessão que cassou Luiz Estevão (PMDB-DF). Não houve, porém, possibilidade de alteração de voto.
A comissão sugeriu que o Senado adote uma “decisão política” sobre o voto secreto e que sejam realizadas mudanças nas rotinas administrativas do Prodasen, especialmente em relação às empresas terceirizadas. A Secretaria de Controle Interno irá realizar auditoria na gestão dos contratos do Prodasen com as empresas KOPP e Panavídeo, responsáveis pela implantação e manutenção do painel.
Com relação aos servidores envolvidos no esquema de violação, a comissão indicou a abertura de processo administrativo disciplinar contra a ex-diretora do Prodasen Regina Célia Borges e outros quatro funcionários. (Fonte Linha Aberta)

Post Author: revistapartes