De acentos: quórum, fórum

De acentos: quórum, fórum
Por Maria Teresa Queiroz Piacentini

 

– A matéria deixou de ser votada por falta de quórum.
– Havia esquecido os documentos no Fórum, lembrou-se depois.

Maria Tereza de Queiroz Piacentini
Autora dos livros “Português para Redação” e “Só Vírgula”, diretora do Instituto Euclides da Cunha.

Diz a gramática que devem ser acentuadas todas as palavras paroxítonas terminadas em i, is, us, um, uns, como júri, lápis, bônus, álbum, álbuns.

Daí o acento agudo em quórum e fórum, pois são palavras de origem latina que foram aportuguesadas. Antigamente elas eram escritas em latim, o que exigia sua grafia em itálico ou sublinhada, por exemplo: quorum, forum.

Observe que na regra acima não constam as palavras terminadas em u, pois na sua grande maioria estas são oxítonas, ou seja, têm a pronúncia forte na última sílaba: peru, caju, chuchu, umbu, caruru, jaburu etc. Da mesma forma
não precisa ser acentuado o plural dessas palavras: perus, cajus, chuchus, umbus, carurus, jaburus etc. Câmpus/câmpus, campus/campi.

Igualmente deve-se acentuar a palavra ‘câmpus’ em português, que assim não tem seu plural diferenciado, facilitando a vida de alunos, professores e pessoas fora do âmbito acadêmico. Muitas editoras já adotam essa grafia, embora ela esteja dicionarizada apenas como latim, cujo plural é campi.

Neste caso deve-se usar o itálico: – Dirigiu-se ao campus da UFSCar tão logo chegou a São Carlos. Mas, se preferir:
– Dirigiu-se ao câmpus da UFSCar tão logo chegou a São Carlos. Hábitat A exemplo de ‘déficit’ e ‘superávit’, palavras latinas que há muito tempo são acentuadas graficamente, ‘hábitat’ também recebe acentuação, dispensando
assim o itálico ou grifo pertinente a palavras estrangeiras:
– Os wapixanas estão se defendendo da exploração e ganância de pessoas e laboratórios sobre os conhecimentos e recursos do hábitat indígena.

CONCORDÂNCIA: VERBO ANTECIPADO
A base da concordância verbal é, em resumo: um só sujeito no singular – verbo no singular ; sujeito composto – verbo no plural. Mas existe um caso em que o verbo pode ficar no singular mesmo se referindo a um sujeito composto: é quando ele se coloca na frente do sujeito, contrariando a ordem natural que é ‘sujeito e predicado’. Antecipado ao sujeito, o verbo pode concordar com o núcleo mais próximo ou com o conjunto.

A frase A Lei nº 2.089/88 e demais disposições em contrário ficam revogadas (que tem sujeito composto e está na ordem direta) pode ser dita na ordem indireta de duas maneiras: Ficam revogadas a Lei nº 2.089/88 e demais disposições em contrário, ou Fica revogada a Lei nº 2.089/88 e demais disposições em contrário.

Ao pluralizar, concordando com o conjunto, você estará mais seguro e evitará possíveis ambiguidades. Contudo, é bom saber que existem as duas possibilidades.

Às vezes o singular soa melhor nesses casos de antecipação e, por uma questão de estilo, você pode querer usar essa inversão. Exemplos das duas opções:

– Ali pelo parque sempre passava uma senhora com os sete filhos e várias avós com os netinhos.

– A pedido do Governador, redigiu-se novamente o Decreto n° 9.959 e as alterações contratuais dele decorrentes.

– Nas mãos não se refletem unicamente a nossa vivência psíquica e o nosso estado anímico.
– No livro indicado narram-se a queda dos preços do café, a partir da crise de 1929, e os desmandos do populismo getulista.

Outros artigos em: www.linguabrasil.com.br

Post Author: partes