Aventura e harmonia nas Águas de São Pedro


Por José Afonso de Oliveira

osé Afonso de Oliveira é proprietário da Afontur – Turismo. Fone: (11) 4184-2124

Quem procura sossego e aventura na medida certa, São Pedro (não confundir com Águas de São Pedro, que fica próximo) representa um paraíso. Em São Pedro, situada a 198 km da capital paulista, o espírito de aventura e a harmonia convivem numa boa.

Considerado um dos menores municípios do Brasil com cerca de 1800 habitantes. As serras e cachoeiras da cidade encantam os turistas de qualquer idade. O forte da cidade é o ecoturismo, pois a cidade tem cachoeiras que são belíssimas – são mais de 100 espalhadas pela cidade. As pessoas podem realizar turismo rural, esportes como hipísmo, paraquedismo, paraglaide, motocross, raid, pesca fluvial, rapel, entre muitas outras alternativas que vão do inverno ao verão.

Admirada por ser naturalmente bonita, possuir um clima agradável em qualquer estação do ano. São Pedro mantém com sucesso a tradição do bordado “ponto cruz” (é a “Capital do Bordado”) e preserva principalmente, os encantos da serra do Itaqueri. A Estância Turística de São Pedro vem crescendo como opção tanto para os turistas quanto para empresários da indústria do turismo.

Um pouco da história
As primeiras referências históricas da Estância de São Pedro são do ano de 1.807, com as primeiras picadas (passagem) da região, realizadas por tropeiros às margens do Rio Piracicaba que tinham como objetivo atingir os sertões de Araraquara.

Encantados com a beleza da Serra do Itaqueri, o que era uma passagem, passou a ser um local de descanso quando os tropeiros elegeram a área localizada entre os rios Pinheiros e Samambaia (devido a abundância de água) como local ideal para pouso, sendo construído por Floriano da Costa Pereira o primeiro rancho.

Em 1.844 os irmãos Teixeira de Barros chegaram no pouso com suas famílias. Fixando-se no rancho, passaram a colonizar as terras, desmembrando a região em várias fazendas.

Em 1.860 foi levada à povoação, quatro anos mais tarde à freguesia, em 1870 à vila. Em 1.891 a vila se transformou em município e em 1.979 recebeu o título de Estância Turística e foi incluída no núcleo das serras, pelo Governo Estadual.

Hoje, com 28 mil habitantes, localizada no centro geográfico do estado de São Paulo é o local perfeito para o descanso em harmonia com a natureza.

Aqui um raio X da estância
Fundação: 1856
Emancipação: 22 de fevereiro de 1.881
Estância Turística: 9 de novembro de 1.979
Nome de Origem: São Pedro Apóstolo-Padroeiro do Município (“O primeiro Papa da Fé Católica”)
Superfície: 596 Km
Base da economia: Indústria do bordado, turismo e agropecuária
População: 28.000 habitantes (pop. flutuante – 38.000/40.000)
Temperatura: máxima: 35ºC / mínima: 12ºC
Clima: temperado / seco
Ar: Puro ( poluição zero )
Altitude em relação ao nível do mar: 680m (cidade) e 700/1.000m (alto da Serra do Itaqueri)
Relevo: Montanha, planícies e baixadas
Limites: Itirapina (norte), Piracicaba (sul), Charqueada (leste), Santa Maria da Serra/Brotas (oeste).
Distância da Capital: 198 Km
Distância de Piracicaba: 28 Km
Distância de Ribeirão Preto: 200 Km

Post Author: partes