Palavras benditas

Madalena Carvalho

www.partes.com.br/colunistas/madalena/palavrasbenditas.asp

 

“Às vezes o que eu vejo quase ninguém vê… às vezes eu uso palavras repetidas, mas quais as palavras que nunca são ditas?” (Renato Russo).

Madalena Carvalho é Consultora, Palestrante e Conferencista

Ouse! Não tenha medo do risco, não tenha medo de lançar-se ao desconhecido, de experimentar novas sensações. Arrisque-se, mesmo que isto implique abandonar velhos pensamentos, abrir mão de certos comportamentos.

Siga em frente, mas não abandone o passado, ele pode lhe servir de referência para o futuro; avance na direção dos seus objetivos, mesmo que estes pareçam impossíveis de serem alcançados, continue acreditando na sua força, no seu talento e na sua determinação.

Observe ao seu redor, descubra novas oportunidades, permita-se mudar de rota mesmo que já tenha andado muito no caminho anterior, esteja atento aos atalhos se estes forem acompanhados da ética e transparência nas relações.

Vivencie cada momento, o tempo não para, aproveite cada minuto com intensidade, entusiasmo e emoção. Viva o dia como se fosse único, não deixe para amanhã o que é importante hoje.

Fale o que está preso na garganta, diga o que pensa, mas sem perder a elegância no comportamento, respeitando a diversidade de opiniões. Apresente novas soluções para velhos problemas. Discuta regras impostas e perceba o que chamava de regra na verdade não era. Encontre sua voz interior.

Busque o inatingível, mesmo que isto signifique olhar para dentro de si mesmo, busque o seu destino, busque o elo perdido, talvez escondido nas estranhas da sua alma. Busque a areia para encontrar o mar, busque as estrelas para encontrar o universo, busque significados para encontrar si encontrar.

Cante novas melodias, solte suas amarras, improvise se for necessário, desafine se for oportuno, só não deixe de se expressar, cante uma nova canção a cada dia, crie outras notas musicais.

Sonhe! O sonho não sonhado, um sonho inimaginável, aquele sonho sem vontade de acordar. Sonhe com as alturas sem tirar os pés do chão, sonhe com o sucesso que não implica em fama e dinheiro, mas em realização pessoal.

Ame! Ame muito, mesmo que pareça utopia, ame sem medo de parecer leviano, ame com força, ame em palavras, ame em gestos, ame silenciosamente. Simplesmente ame, ame o trabalho, ame o conhecimento, ame as pessoas, ame a natureza, ame a vida.

Termine cada dia como se fosse o último, termine cada tarefa como se esta fosse incorrigível, termine o dia com a certeza do dever cumprido, com a certeza de ter feito o melhor em todos os aspectos, com a certeza de estar pronto para uma nova jornada, uma jornada desconhecida, cheia de novas trilhas e certamente cheia de expectativas. E recomece entendendo o que não foi dito, pois todas as palavras podem ser benditas.

Post Author: partes