ME INCLUA FORA DISSO Uma Farsa Corporativa

ME INCLUA FORA DISSO Uma Farsa Corporativa

De 14 de junho a 03 de agosto

Disputa por promoções, ambição de ocupar o lugar do chefe, sonhos de consumo, metas impossíveis de serem atingidas, poder de cima para baixo e submissão debaixo pra cima.Tudo isso pode ser muito mais que a vida nas grandes corporações: é teatro!

“Me Inclua Fora Disso – Uma Farsa Corporativa” é uma reflexão bem-humorada sobre os aspectos que envolvem o dia-a-dia nas grandes multinacionais. O projeto pretende passar a limpo métodos de seleção, promoção e controle de comportamento humano no ambiente de trabalho contemporâneo, as chamadas “modernas técnicas de RH”, norteadas por lemas como: “o funcionário é nosso maior bem, o homem é o maior patrimônio da empresa”.

A peça quer revelar esse homem como um patrimônio, afinal ele conhece todos os meandros e entraves do processo produtivo, sabe como resolvê-los e, muitas vezes, tem idéias para isso; curioso é que essas idéias podem pôr em risco seu próprio emprego. Compreender e traduzir um fenômeno típico destes tempos de globalização: o fim do emprego fixo e o surgimento do monstro da terceirização; a extinção da “carteira assinada” e o nascimento das cooperativas de trabalhadores prestadores de serviços; a relação entre o trabalhador e as grandes corporações. Refletir de forma bem humorada sobre o homem perdido em meio a esse contexto histórico, dividido entre ideologias, exposto a um mundo de informações cada vez mais rápidas, lidando cada vez menos com pessoas e cada vez mais com um amontoado de máquinas e siglas e cargos, lutando com todas as suas armas para segurar seu lugar ao sol.

Em tom nitidamente conspiratório, quatro personagens se encontram num lugar da empresa onde nunca estiveram. Eles são muito diferentes um do outro, mas todos têm uma coisa em comum: a certeza de que seu futuro está nas mãos da empresa e de que a vida nas grandes corporações é a única saída. Após alguns minutos de impasse e questionamentos, o mistério é finalmente resolvido pela autoridade do RH: todos são concorrentes para uma promoção, com direito a toda regalia sonhada por qualquer executivo. Alguém será rebaixado e um outro será demitido.

Começa um verdadeiro “salve-se quem puder!” E, para conseguir tal promoção, eles terão que enfrentar uma série de disputas pessoais e outras tantas impostas pela empresa por meio de modernos jogos e dinâmicas de grupo “sintonizadas com o mundo globalizado”.

Tudo isso, com um agravante: quem decide o felizardo a ser promovido e o infeliz a ser demitido será o próprio grupo. A partir dessa revelação, as máscaras começam a cair e as verdadeiras opiniões sobre o mundo globalizado começam a vir à tona.

ARTIFICIOS CÊNICOS

Gerson Steves, autor e diretor de “Me Inclua Fora Disso”, após 25 anos atuando como publicitário e simultaneamente como ator/diretor e dramaturgo, decidiu elaborar uma reflexão sobre o tão decantado mundo corporativo com o qual conviveu. Atualmente capitaneia a preparação do espetáculo em paralelo aos ensaios de Megera Domada de Cacá Rosset, em que atua.

O nome da peça, Me Inclua Fora Disso, designa uma secreta sensação de todos aqueles que adentram o mundo labiríntico dos escritórios e departamentos das grandes empresas. Assim, um número menor de cadeiras e mesas que o de personagens, acentua o verdadeiro jogo das cadeiras que é o mundo corporativo.

O subtítulo, que qualifica a peça, Uma Farsa Corporativa, é quase indicador de gênero, em que personagens com características visivelmente acentuadas vivem um grande jogo de erros a acertos na busca de uma promoção. As quatro personagens centrais são conduzidas por uma quinta a uma sucessão e experiências inspiradas em jogos teatrais: inversões de papéis, construções de outras personagens, repetições, imitações, projeções imaginativas de futuro. Uma comédia ácida, com certo sabor de derrota iminente.

O cenário, a iluminação, o figurino e a sonoplastia remetem todo o tempo à aridez típica desses ambientes em que certa impessoalidade e frieza forçam os indivíduos a um comportamento duro e por vezes, angustiado e ansioso. O que se revela pelo estado corporal e vocal dos atores no papel daqueles que nunca relaxam, que estão sempre alerta e nunca confortáveis. A partitura gestual é objetiva e meticulosamente desenhada; as ações, repetitivas e, por vezes, mecânicas.

O objetivo principal do espetáculo é causar identificação. Que o público veja em cena alguém que conhece na vida: o marido, a esposa, o pai, a mãe, o patrão. Ou a si mesmo – o que pode significar uma experiência, no mínimo, divertida e esclarecedora.

A trilha concebida por Fê Pinatti busca a possibilidade musical existente na repetição sonora dos ruídos habituais do ambiente de trabalho: digitar de teclados de computador, sons de computador ligando e desligando (ou de erro), de conexão discada de internet, telefones tocando, carimbos, elevadores etc. Esses sons repetidos e unidos resultam numa espécie de música árida, mecânica, que causa e ressalta o desconforto das personagense que pontuam situações de humor.

Me Inclua Fora Disso – Uma Farsa Corporativa. Estréia dia 14 de junho, sábado, às 21h30. Temporada – aos sábados 21h30 horas e domingos às 19 horas. Texto e Direção Geral – Gerson Steves. Elenco – Adriana Azenha, Luciana Ramanzini, Melissa Comunalle, Roberto Rocha e Marcel Ribeiro. Iluminação – Kleber Montanheiro. Cenário – Antonio Ribeiro e Gerson Steves. Figurino – Gerson Steves. Sonoplastia -Fê Pinatti. Programação Visual – Douglas Germano. Produtor Executivo – Christian Valle. Assistência de Produção – Samara Teixeira. Assistência de Direção – Antonio Ribeiro. Produção Geral – Usina de Criação e Produção. Duração – 100 minutos. Censura – 12 anos. Ingressos – R$ 20,00 e R$ 10,00 (estudantes e maiores de 65 anos). Até 3 de agosto. YouTube: http://youtube.com/watch?v=eAaZCP_yPv4

TEATRO ALIANÇA FRANCESA – Rua General Jardim, nº. 182, Vila Buarque. Capacidade: 230 lugares. Acesso para deficientes. Ar condicionado. COMPRE INGRESSOS – Central de vendas: (11) 3188.4141 de terça a domingo, das 11h às 19h. (Aceitam-se todos os cartões de crédito). Bilheteria: De quarta a sexta das 18h às 21h30, sábados das 14h às 22h e domingos das 10h às 20h30. (Aceitam-se cheque, dinheiro e cartões de débito).

Assessoria de Imprensa: JS Comunicação

Post Author: revistapartes