O Araguaia pede explicação

Araguaia

Luemir Santana

publicado em 09/11/2008

www.partes.com.br//politica/oaraguaia.asp

Luemir Santana é de Goías

No Brasil, é de encabular como as autoridades tratam com descaso um problema sério como esse do surto de lesões oculares. No Estado do Tocantins as ações que foram implementadas até o momento, são extremamente tímidas diante do quadro tão expressivo e preocupante que assola toda a bacia do Rio Araguaia.

                   É preciso que as autoridades venham a público, para informar a população de todo Brasil, principalmente os que frequentam com regularidade o Rio Araguaia que, este é um problema localizado, em uma região específica do Estado do Tocantins.

                   É preciso também, que as pessoas saibam que em Araguatins, onde se manifestou o problema, é uma cidade as  margens  do Rio Araguaia, onde não existe tratamento de esgoto e os dejetos são lançados no rio, o que aumenta o número de microorganismos e animais, inclusive o caramujo, que, por informação ainda não confirmada, é o hospedeiro do trematóide, fungo que supostamente poderia ser o causador da cegueira.

                   Quando chamo a atenção para esse problema é porque tenho recebido vários telefonemas de amigos, que moram em São Paulo, no Rio de Janeiro, Brasília, dentre outros, me perguntando se há perigo também em Luiz Alves, em Bandeirantes e Aruanã.

                   Tenho tentado explicar que estamos a mais de 700 km do local e, que isto é um foco isolado, não havendo até o momento, nada que justifique o cancelamento de reservas nos hotéis e nem os passeios do mês de julho no Rio Araguaia. No chamado auto Araguaia, que compreende de Aruanã acima, ou o médio Araguaia que é sinalizado da ponta sul da Ilha do Bananal até a Cidade de Aruanã, ou ainda, no baixo Araguaia não foi encontrado nada que possa ameaçar seu passeio ou sua pescaria.

                   Portanto, é importante que, todos nós que amamos este paraíso ecológico, e temos além da admiração, o senso da responsabilidade, fazer desde agora, um mutirão de informação, se possível, gritar bem forte: no Rio Araguaia não existe nada que possa impedir a festa e a alegria do povo brasileiro.

 

Post Author: partes