O vestido verde

Maria Isabel Soares Oliveira

publicado em 16/03/2009

www.partes.com.br/contos/vestidoverde.asp

 

Maria Isabel Soares Oliveira. Graduada em Letras – UEMA. Pós-Graduada em Docência do Ensino Superior- Instituto São Franciscano – IESF. Profª. do Ensino Fundamental da Rede Municipal de São Luís. U.E.B. Profº José da Silva Rosa.

O seu tesouro estava ali. Guardado pela vestimenta que os olhos de Cristóvão apreciavam e protegiam: o corpo da mulher amada sob o vestido verde.
Safira era tudo o que os anseios de Cristóvão poderiam desejar, principalmente, sob o arvoredo ao cair da tarde. O sorriso contagiante contrastava com a suavidade com que o vento balançava os cabelos dela.

Tão pouco tempo para reunir uma felicidade tão intensa.. O olhar de cobiça sob o vestido verde pairava no ar, no falar, no andar, no tocar… Mas onde Cristóvão guardaria tanta emoção, se o coração dele transbordava embalado pelo sonho e por toda a sensualidade que aquela menina despertava em seu corpo. Seria o amor? Ou seria a cor verde que ao delinear o corpo de Safira, fundia-se em carinho e charme? Seria o olhar altivo de convicção do reencontro com aquela que tinha traços de mulher ingênua e de menina levada, e como um retrato na memória de Cristóvão atormentava-lhe mais ainda pela longa espera?

A sutileza das palavras dele deixava Safira convencida de que acertara na medida exata da vestimenta e na perspectiva de mais uma tarde daquelas, conduzida pela sinfonia do amor.

Post Author: partes