De derrotada a poderosa

Nair Lúcia de Britto

publicado em 06/04/2009

www.partes.com.br/cultura/livros/derrotadapoderosa.asp

 

 

A Editora Vida & Consciência Ltda lançou a primeira edição do livro, em português, “De Derrotada a Poderosa”. Nilza Laiz Nascimento da Silva foi quem traduziu a obra de autoria de Eli Davidson.

Editora: Vida & Consciência
Autor: Eli Davidson R$ 29,90

ISBN: 9788577220410
Formato: BROCHURA
Páginas: 224
Peso: 0.37 Kg
www.vidaeconsciência.com.br

 

 

Embora envergonhada, a autora começa sua obra com uma confissão…

Nair Lúcia de Britto é jornalista e poeta.
Eu, Nair Lúcia de Britto nasci em Joanópolis (SP). Meu primeiro contato com as letras foi através do meu pai, que também era poeta, Arthur José dos Reis Britto.
Passei toda minha infância em Santos(SP), o que talvez explique minha paixão pelo mar… Em vez de me contar histórias, meu pai declamava versos dos poetas clássicos, e eu adorava…
Quando cursei o Clássico, eu me sobressaía em Literatura e aprendi muito com a minha professora: Sara Capellari.
Formei-me em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em 1977, em São Paulo (SP.) E meu primeiro emprego foi na revisão da Folha de São Paulo. Posteriormente trabalhei na Editora Nova Cultural, preparando textos de livros e revistas.
Escrevi vários textos infantis, publicados na Folhinha de S. Paulo; comentários de livros e filmes para a revista “Contigo”; e crônicas, publicadas na Folha da Tarde (SP) na coluna do jornalista Mário de Morais.
Ao escrever meu primeiro conto “A Virgem Marina”, fui muito incentivada pelo jornalista e escritor Wladir Duppont, que na década de 80 era o editor da revista “Nova”. Escrevi então outros contos de amor, publicados em várias revistas da Editora Abril.
Em São Vicente(SP) fui repórter e cronista do jornal “Primeira Cidade”, onde recebi o estímulo do ex-prefeito da cidade, Antonio Fernando dos Reis, dono do jornal. A partir daí eu fui em frente… Além de prosas, passei a escrever também comentários de filmes de arte; publicados, atualmente, na revista virtual Partes.
Quanto às poesias… eu as escrevo desde a adolescência, mas somente agora comecei a divulgá-las em sites de literatura. Não tenho nenhum livro publicado… mas ainda chego lá!

Segundo ela, esse livro nasceu na esquina da rua 57a. com a 6a. Avenida, em Nova York, em julho de 1981. Era uma tarde quente e abafada; e sua autoestima estava a zero.

 

Sabia, porém, que precisava fazer algo para sair daquele estado depressivo. Passou, então, a investir nas mais diversas técnicas de autoajuda, para que perdoasse a si mesma, descobrisse seus dons interiores e se amasse mais.

 

Sua primeira atitude, depois de começar o aprendizado, foi romper com seu namorado irresponsável; depois tentou a carreira de atriz. Fez participações nos comerciais e atuou em seriados da tevê; o que lhe deu recursos financeiros para montar uma empresa de acessórios femininos. Sentiu-se tão importante que esqueceu as técnicas aprendidas. O resultado foi que, em menos de dois anos, seu mundo desabou: seu casamento, seus negócios e sua saúde.

Para amenizar sua tristeza deu-se uma flor de presente. Aquela delicada frésia amarela estimulou-a a refletir novamente sobre sua vida. Ao anoitecer, ouviu música e dançou. Foi o primeiro passo que transformaria seu fracasso em sucesso.

 

Matriculou-se num curso de mestrado, na Universidade Santa Mônica, mesmo sem recursos para isso. A prestação de serviços para médicos abriu-lhe a chance de recuperar suas finanças. O sucesso repentino que veio a seguir, despertou a curiosidade das pessoas que queriam aprender seu segredo. Ensinou suas técnicas às pessoas que a procuravam e percebeu que as pessoas, as quais ela ajudava, passavam também a ajudar outras pessoas.

O entusiasmo levou-a a fazer palestras junto a várias empresas, e foi tão bem-sucedida que em pouco tempo estava ministrando palestras por todo país…

Eli Davidson diz que escreveu este livro para ensinar as pessoas a tomarem a rédea de suas vidas; seguindo na direção desejada, e não naquela que elas acham que têm de seguir… pois é este o caminho certo para o sucesso!

Para ilustrar a obra, a autora cita alguns pensamentos que induzem o leitor a refletir. Eu, particularmente, escolhi esses dois:

Nada pode ajudar mais a mudar um momento difícil do que ajudar alguém”

Uma atitude de gratidão é um fator mais importante para a felicidade do que uma colossal conta bancária.”

Post Author: partes