ARTIGO: Muito prazer, esse sou eu

 
                                                                                                                    Muito prazer, esse sou eu

Luiz Gonzaga Bertelli*

 

Chegou a primeira temporada de fartura de oferta de estágios. Nessa época, em razão da conclusão de cursos de muitos estagiários ou do encerramento de contratos de outros tantos, aumenta o volume de vagas em aberto. Diante desse cenário favorável, o CIEE recomenda que os interessados atentem para dois pontos. O primeiro é a consulta constante às vagas disponibilizadas no site www.ciee.org.br. O segundo é a atualização do currículo postado no banco de dados do CIEE, pois a ausência de um quesito – por exemplo, a conclusão de um curso de idiomas ou de informática – poderá significar a perda da contratação.

Aqui, vale um conselho: o primeiro passo que o recrutador dará, para preencher uma vaga de estágio, é analisar o currículo do candidato.

Mas redigir um currículo atraente não é tão difícil, pois há normas que servem de orientação. A regra mais importante é uma só: menos é mais, pois o selecionador raramente lerá mais de uma ou duas páginas de papel sulfite. Esse espaço é suficiente para conter os cinco blocos indispensáveis para organizar o conteúdo. O primeiro deve conter dados pessoais atualizados, incluindo números de telefone e endereço de e-mail. Depois, vem o objetivo, em que o candidato contará em poucas linhas qual é a área de interesse e um resumo de suas qualificações. No terceiro bloco, entra a formação acadêmica – o nome da escola em que se cursou o ensino médio, no caso de candidatos universitários, aparece somente se for de extrema relevância –, sem se esquecer de dizer qual é a previsão de término do curso.

O quarto bloco relacionará as experiências profissionais anteriores e pode ser suprimido, caso o jovem não as tenha. E, por fim, informações adicionais que podem diferenciar o candidato dos demais, tais como: conhecimento de idiomas e programas de informática; vivências internacionais; cursos, seminários e palestras a que tenha assistido, etc.

Todas essas dicas e muitas outras fazem parte do curso Currículo sem segredo, que é feito gratuitamente no site www.ciee.org.br. Os estudantes cadastrados no CIEE têm outro benefício: ao clicar a opção “Currículo” do portal, o sistema gera automaticamente ­– e na formatação valorizada pelo mercado ­– um documento com todas as informações previamente registradas. Agora ficou fácil.

 

*Luiz Gonzaga Bertelli é presidente executivo do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), da Academia Paulista de História (APH) e diretor da Fiesp.

 

Post Author: revistapartes