Tudo de novo… Outra vez….Volta ás Aulas…

Salete Santos Anderle

publicado em 01/03/2010 como www.partes.com.br/educacao/voltaasaulas.asp

 

Salete Santos Anderle é docente de ensino fundamental, médio e universitário, psicopedagoga clínica e institucional, orientadora na Escola Santa Catarina Caxias do Sul – RS

Mesmo com tantas e aparentes opções de lazer como assistir televisão sem horários, dormir e acordar fora de horário, ir ao clube… Descer e subir a serra pela nossa belíssima rota do sol; entre outras opções; voltar a ter atividades relacionadas a aprendizagem é esperado por crianças e adolescentes e até mesmo jovens adultos que vão para ensino superior.

É tudo de novo outra vez…para muitos é o reinicio e continuidade dos estudos para outros a magia e encantamento do novo nas suas fases e ciclos de vida. Tudo de novo outra vez nos reporta a voltar a ter compromisso é a sistematização e organização no dia-a dia é o limite bom, aquele que chamamos na psicologia e psicopedagogia do limite organizador. Mesmo por vezes parecendo “chato” a rotina é o limite organizador para as diferentes idades; tão importante nos dias atuais, pois estabelece o foco necessário para diminuir o tempo frenético que levamos. Com o desejo de que o retorno seja de encantamento sugiro aos pais que aproveite este momento especial para estreitar laços de confiança com Escola se mantendo envolvido em todo o processo, incentivando a interação com novos colegas, professores, outros pais, não esperando apenas a Escola tomar a iniciativa de chamá-los. Quando 90% dos pais estiverem realmente envolvidos com parte educativa dos filhos e com a Escola certamente teremos saltos qualitativos tanto para a família como para Escola. Mesmo parecendo óbvio é bom lembrar que para crianças menores a separação dos pais, o novo espaço, novos amigos, educadores desconhecidos costuma gerar certa insegurança e a choradeira é inevitável. Os pais que se mantém confiantes e tranquilos (sem muita pressa nas primeiras semanas) podem colaborar para que os filhos consigam melhor se adaptar . A adaptação deve ser gradual e ir para escola formal é um dos momentos mais esperados por toda criança não precisa e não deve ser motivo para sofrimento. A confiança dos pais em relação á escola é fundamental mesmo sabendo que as educadoras são orientadas para bem acolher as crianças e as atividades pedagógicas inicias independente dos níveis são realizadas com base na adaptação.

Explicar e afirmar que tal hora virá buscá-lo, faz com que ele sinta que não está sendo abandonado, que você voltará mais tarde para pegá-lo.

Por conta de tudo de novo outra vez é necessário que famílias…

Retomem o hábito da rotina organizada, respeitar os horários de refeição e de sono. Comparecer a reunião inicial e prestigiar os eventos e festas comemorativas da escola como forma de valorizar o espaço de estudo da criança;Mantenham diálogo com orientação e professora , acompanhem os cadernos e a agenda escolar .

Verifique se seu filho está conseguindo fazer os exercícios e a lição de casa. Na hora da tarefa, os pais podem incentivar e orientar, mas não devem resolver as questões para os filhos.

· Diminuir ou reorganizar o tempo que a criança passa em frente à televisão e internet selecionando a programação que ela pode assistir.

Dar vazão e incentivar a criança a brincar de escola é uma forma de observar como a criança está se sentindo na Escola.

É primordial também enfatizar os aspectos positivos do tudo de novo outra vez… a volta às aulas para a criança ou o adolescente onde ele(a) irá adquirir conhecimento, compartilhar novidades sobre as férias e reencontrar ou fazer novos amigos e principalmente aprimorar o encanto e desejo pelo conhecimento.

Bom retorno a todos nós! Shalon!

Mst. Salete Santos Anderle

Salete Santos Anderle é docente de ensino fundamental, médio e universitário, psicopedagoga clínica e institucional, orientadora na Escola Santa Catarina Caxias do Sul – RS

salete_anderle@hotmail.com

Post Author: partes