libertação

Gilberto Oliveira

publicado em 01/11/2010

 

 

LIBERTAÇÃO

Nazaré, 26-08-1968

 

O homem precisa é se libertar dele mesmo.

Liberto-me de mim só para chegar

A um ponto desconhecido que é meu próprio eu.

Depois que eu chego, me sinto feliz,

Como se estivesse conseguido chegar até mim.

 

Andei pensando em um modo inexistente

De chegar até mim.

Todos nós devemo-nos chegar,

Até libertarmo-nos. Devemos enfrentar

Tudo o que é ruim

E deixar que o bom nos enfrente.

Todos os que se enfrentam tem um final feliz,

Assim como eu estou me enfrentando

Para conseguir o bom e me livrar do ruim.

É a maturidade.

 

Eu não quero tudo, também nada, eu não quero.

Também não ficarei

Entre o tudo e o nada,

Pressionado por duas forças.

 

Não sei onde fico, porém sei o que eu quero.

Eu quero a libertação

E quero encontra-la onde haja liberdade

Pois, o importante não é falar que existe

E sim, coloca-la em prática.

 

Eu quero libertar essa oprimida palavra

Que se chama liberdade.

 

Gilberto Oliveira é escritor

CRONOLOGIA

1953- nasce em 26 de agosto em Nazaré-Ba

1968- ingressa no Partido Comunista, na ilegalidade e começa sua carreira literária com poesias e o romance A Vingança dos Irracionais.

1971- escreve Revolta e algumas poesias

1973- escreve Alem da Miséria e poesias

1974-escreve o Santo Demônio e poesias

1976- muda-se para Belo Horizonte-Mg e escreve poesias

1977- escreve Esses Heróis Camponeses, Os Dois Pólos Antagônicos e poesias

1978- muda-se para Salvador-Ba

1979- escreve poesias

1980- muda-se para Nazaré-Ba, sua terra natal

1986- escreve poesias

1988- escreve poesias

1989- escreve poesias

1990- escreve poesias

1994- escreve poesias

1995- escreve, O Sistema e poesias

1998- escreve Neoliberalismo no Céu e poesias

1999- escreve Império e mais dois livros que continuam sem títulos

2000- escreve Orgias Capitais, Ferro, O Homem Partido e poesias

2001- escreve Teatro Improdutivo, ZÉ, e conclui o livro Ferro.

2002- não foi encontrado nenhum registro literário a partir deste ano.

2005- muda-se para Santo Antonio de Jesus-Ba. Lança o livro Ferro.

2008- escreve uma poesia.

ANDRE LEITE

Historiador

Post Author: partes