Ídolo Abstrato

Gilberto Nogueira de Oliveira

publicado em 02/05/2011

 

Ídolo estimado por mim,

Nada me atrasa, nada me adianta,

Vivo parado no mesmo lugar. Estou pregado no chão.

Mãos mágicas me atraem, não posso me livrar.

Estou quase perdido. Surgem outras mãos;

Agora, todas elas, disputam meu trágico destino.

As maiores abateram as menores

Como os peixes grandes, destroem os peixes pequenos.

Como eu estou me destruindo. Não sei o que fazer.

Ajude-me, ídolo querido. Você é a minha salvação.

Agora, as mãos vem todas em minha direção,

Agarram-me e agora me destroem.

Já não existo pela metade.

Ídolo querido, chegue perto de mim,

Abata essas terríveis mãos.

Agora, uma coisa me dói. A dor é terrível

Porém, desconhecida.

É uma dor extraordinária.

É incrível, ídolo querido.

Chegue perto de mim, peço outra vez.

Não aguento mais.

Só me resta a cabeça.

Agora, só faço pensar.

Felizmente você chegou,

Agora me toque.

Acorde-me porque eu estou

No fim de um terrível pesadelo.

Gilberto Oliveira é escritor
CRONOLOGIA
1953- nasce em 26 de agosto em Nazaré-Ba
1968- ingressa no Partido Comunista, na ilegalidade e começa sua carreira literária com poesias e o romance A Vingança dos Irracionais.
1971- escreve Revolta e algumas poesias
1973- escreve Alem da Miséria e poesias
1974-escreve o Santo Demônio e poesias
1976- muda-se para Belo Horizonte-Mg e escreve poesias
1977- escreve Esses Heróis Camponeses, Os Dois Pólos Antagônicos e poesias
1978- muda-se para Salvador-Ba
1979- escreve poesias
1980- muda-se para Nazaré-Ba, sua terra natal
1986- escreve poesias
1988- escreve poesias
1989- escreve poesias
1990- escreve poesias
1994- escreve poesias
1995- escreve, O Sistema e poesias
1998- escreve Neoliberalismo no Céu e poesias
1999- escreve Império e mais dois livros que continuam sem títulos
2000- escreve Orgias Capitais, Ferro, O Homem Partido e poesias
2001- escreve Teatro Improdutivo, ZÉ, e conclui o livro Ferro.
2002- não foi encontrado nenhum registro literário a partir deste ano.
2005- muda-se para Santo Antonio de Jesus-Ba. Lança o livro Ferro.
2008- escreve uma poesia.
ANDRE LEITE
Historiador

Post Author: partes