Projeto Horta em Casa quer melhorar a alimentação da população


Realizadas pelo Instituto GEA, oficinas orientam como plantar em sua própria casa e mostram os benefícios de se alimentar corretamente

 

O Projeto Horta em Casa, realizado pelo Instituto GEA – Ética e Meio Ambiente, promove a conscientização sobre alimentação saudável. Com recursos do FEMA – Fundo Especial para o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo, o projeto conta com oficinas em bairros da Zona Leste de São Paulo, mostrando como é possível se alimentar de maneira mais saudável e ambientalmente correta, com mais economia, por meio da plantação de alimentos ricos em nutrientes dentro de casa.

 

O projeto está acontecendo na União de Vila Nova, antiga favela Pantanal, na Zona Leste de São Paulo, já urbanizada. “O projeto quer ajudar a população de baixa renda a repensar sua alimentação. As pessoas gastam muito e comem mal – e podem gastar menos e comer melhor”, explica Ana Maria Luz, presidente da ONG. O consumo de alimentos não saudáveis, aliado à falta de exercícios físicos, levou o Brasil a alcançar níveis preocupantes de sobrepeso e obesidade: 48,1% dos brasileiros estão acima do peso e 15% já são considerados obesos, de acordo com pesquisa do Ministério da Saúde.

 

Nas oficinas, o técnico agrônomo José Luis Tomita ensina como é fácil plantar frutas e verduras em vasos dentro de casa ou no quintal, e são preparadas receitas com o aproveitamento integral dos alimentos, como talos e cascas. As oficinas acontecem todos os meses. Além das orientações, os participantes recebem um kit para o plantio, com um avental, vasos, terra, adubos e sementes.

Post Author: partes