Repórter Eco mostra meio século do Parque do Xingu

Programa de domingo (17/7) traz também a arte inusitada feita por animais
Os 50 anos de criação do Parque do Xingu estão representados em um evento na capital paulista, que reúne exposição, dvd e almanaque. O Repórter Eco abre a história da maior reserva indígena do mundo no programa deste domingo (17/7), às 17h30, na TV Cultura.
Esse pacote ecológico, lançado pela ong Instituto Socioambiental, tem como objetivo chegar até as lideranças de diversas etnias, para que relembrassem a criação do parque, no norte do Mato Grosso. Tudo começou com os Irmãos Villas Boas, que tiveram a idéia de criar um território para proteger os povos, que originariamente habitavam a região e que estavam sendo dizimados por doenças levadas pelos brancos.
Diante da linha do tempo que percorre o Xingu, iniciada no século 19, com as primeiras expedições realizadas por alemães, passando pelo século 20, com a descoberta de etnias desconhecidas, até o século 21, que planta sementes na beira dos rios para manter a qualidade da água, fica a reflexão sobre o que acontecerá daqui a 50 anos.
Megaron Kaiopó, primeiro diretor indígena do parque, dá uma cutucada nas pessoas para ajudar nessa conscientização. “O mundo aqui do homem branco é só dinheiro, dinheiro, dinheiro. Ele não quer saber do amanhã… Os indígenas não tinham esse costume de explorar, de tirar essas riquezas que homem branco vai tirando, cavando, fazendo buraco, cortando madeira. O homem não vê isso, só quer destruir”.
No mínimo inusitado foi o leilão com telas pintadas por antas,  aqueles mamíferos essenciais para a preservação de biomas.  As técnicas de pintura são variadas e, definitivamente, dispensam pincel e espátula. As autoras seguem seus mais puros instintos. A iniciativa é da ong Ipê, Instituto de Pesquisas Ecológicas, que organizou o evento em prol da preservação dessa espécie. E o programa ainda coloca um estudo que dá outra versão à inteligência do animal. Ao contrário do senso comum, a anta é um mamífero extremamente inteligente.

Outra matéria do Repórter Eco desta semana vem do interior do Pará. Moradores geram renda com artesanato feito de folhas da tucumã, uma palmeira, sem destruir as árvores da floresta.

Post Author: partes