São Paulo recebe prêmio europeu em reconhecimento à Lei Cidade Limpa

Honraria é concedia pela primeira vez a um
município fora da Alemanha
Foto de Fábio Arantes/Secom

Troféu e certificado "Selo Werkbund"
Autoridades municipais receberam nesta sexta-feira (14), o selo europeu “Werkbund” em reconhecimento aos resultados da Lei Cidade Limpa, iniciativa da atual gestão que transformou a cidade ao eliminar a poluição visual provocada por anúncios publicitários. O prêmio é concedido pela Federação Alemã de Obras do estado de Baden-Wurttemberg, na Alemanha. Ocorrida a cada dois anos, a premiação seleciona iniciativas que se destacam pela inovação, por serem socialmente engajadas e respeitarem a natureza. Pela primeira vez desde sua criação, em 2006, o Selo é concedido a um projeto executado fora do território alemão.

A condecoração entregue simultaneamente para outros nove projetos elaborados dentro do próprio país euroupeu foi transmitida por meio de uma videoconferência, e em São Paulo contou com a presença de uma representante do Comitê Administrativo da Federação Alemã de Obras, a arquiteta Miriam Gautschi. Conforme explicou, a escolha da Lei Cidade Limpa pelos integrantes da comissão se deu por enxergarem na Lei Cidade Limpa um modelo de valorização da arquitetura urbana.

Os projetos avaliados não são inscritos, mas escolhidos pelos integrantes do Deutsche Werkbund, uma instituição criada em 1907 e que reúne arquitetos, engenheiros, políticos, filósofos, entre outros profissionais.

Lei Cidade Limpa

Em vigor desde 1º de janeiro de 2007, a Lei Cidade Limpa foi instituída por meio de decreto publicado no Diário Oficial da Cidade em 6 de dezembro de 2006 (Lei Municipal nº. 14.223/06), para combater a poluição visual no município de São Paulo. É considerada atualmente mais do que uma lei, é uma concepção de cidade que rapidamente foi incorporada pelo cidadão, já que logo no início a Prefeitura recebia por dia cerca de 3 mil de denúncias por publicidades irregulares. A multa para quem violar as regras é de R$ 10 mil, mais R$ 1 mil por metro quadrado excedente.

Após a implantação da Lei Cidade Limpa, artistas plásticos resolveram mostrar seu talento nas ruas da cidade e São Paulo se tornou uma grande galeria a céu aberto. A prefeitura recebeu mais de 100 pedidos de exposições (murais, grafites, esculturas e etc.) em locais públicos.

Muitos governos também demonstraram interesse pela Cidade Limpa: Buenos Aires, Lisboa, Alemanha, México, Atenas, Seul e a cidade de Londrina, entre outros. A Lei Cidade Limpa também foi destaque no pavilhão da Cidade de São Paulo na Exposição Universal de Xangai 2010. O sucesso de público foi tão grande – atingiu 1 milhão de visitantes – que o governo chinês solicitou a permanência da exposição após o término da Expo Xangai, em 31 de outubro.

FOTOS
Os arquivos ficarão disponíveis para download durante 1 mês. O crédito da foto deve ser Fábio Arantes/Secom.

Foto 1 – Miriam Gautschi, representante do Comitê Administrativo da Federação Alemã de Obras do estado de Baden-Wurttemberg, na Alemanha

Foto 2 – Troféu e certificado “Selo Werkbund”

Post Author: partes