OBJETIVO DA DANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

“OBJETIVO DA DANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL”. O presente tema chegou até nós pelo questionamento se a dança na educação infantil seria utilizada especialmente em datas comemorativas. A resposta é SIM! As crianças realizam dança e dramatizações como expressão e criação priorizando as datas comemorativas. E justificamos porque o acesso das crianças à Arte Educação estão compostos por um conjunto de critérios, mas nenhum deles tem condão superior ao trabalho didático. Assim, a dança na educação infantil não é para formar um bailarino, mas para trabalhar a expressão corporal, facilitar a socialização, aprender origens e hábitos de outros povos, até mesmo na integração, por exemplo, da capoeira ou outras versões folclóricas. Para o início desta questão, bem caberia pautar a historicidade, o aspecto histórico da dança, que por si só, nasce como expressão de um povo! Dança e Arte estão interligadas! A arte da dramatização é fio de alma da dança, a qual requer infinitos trejeitos para aflorar a sensibilidade ritmica. Num processo histórico ambas podem contar com datas específicas de comemoração: 29/04 É COMEMORADO O DIA INTERNACIONAL DA DANÇA e 12/08 É COMEMORADO DIA NACIONAL DAS ARTES. (Fonte: http://amagiadoballet.blogspot.com.br/2009/08/datas-comemorativas.html). Dando prosseguimento ao nosso tema: DANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL, encontramos uma pesquisa sobre a necessidade de utilizar a dança dentro das aulas de educação física! Este artigo deve ser divulgado pois acrescenta o enfoque pedagógico do tema, consolidando a expressão corporal no processo educativo. O texto descreve argumentos que se estendem desde o aspecto salutar da dança, e os benefícios ao orgânico e ao intelecto. A indagação dos autores é que a maioria das escolas e educadores deixam de apreciar tão importante técnica por não saber utilizar, desenvolver ou ensinar a habilidade da dança. Os autores de “A DANÇA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: A PERSPECTIVA DOS PROFESSORES”, citam Proscêncio (2008)que realizou uma oficina para professoras sem experiência na área de dança do Centro de Educação Infantil. Segundo as participantes a dança não é utilizada no cotidiano escolar porque as mesmas não sabem como aplicar a dança, assim não se sentem a vontade e preferem utilizar pinturas e colagens por serem mais fáceis. Segundo as participantes da oficina, a dança só é utilizada em datas comemorativas no ambiente escolar. ***ATENÇÃO!!! Repetimos e entregamos a resposta da questão:) “”A DANÇA SÓ É UTILIZADA EM DATAS COMEMORATIVAS NO AMBIENTE ESCOLAR””As professoras citaram alguns benefícios que a dança nos traz aos praticantes, como melhora do ritmo, da socialização, da auto-estima, da criatividade, entre outros. (PROSCÊNCIO, 2008). in El baile en la Educación Física escolar: la perspectiva de los profesores. Fonte: http://www.efdeportes.com/efd146/a-danca-na-educacao-fisica-escolar.htm. (2008). Somente a nivel complementar, sugerimos o interesse pelo conhecimento do aspecto histórico, tema que pode ser estudado com aprofundamento por anos e anos, pois atualmente podemos contar com cursos superiores específicos para as ARTES! No entanto, buscamos um resumo bem simples que trata a dança como uma das expressões mais antigas da humanidade, enquanto instrumento de afirmação dos sentimentos e experiências subjetivas do homem. Segundo o site http://brgeocities.com/quemdancaemaisfeliz, em uma publicação, o desenvolvimento da sensibilidade artística determinou a configuração da dança como manifestação estética. No antigo Egito, 20 séculos antes da era cristã, já se realizava as chamadas danças astroteológicas em homenagem ao Deus Osíris. O caráter religioso foi comum às danças clássicas dos povos asiáticos. Na Grécia Clássica, a dança era frequentemente vinculada os jogos, em especial aos olímpicos. Com o renascimento, a dança teatral, virtualmente extinta em séculos anteriores, reapareceu com força nos cenários cortesãos e palacianos. No século XIX apareceram a Contradança (que se transformou na quadrilha), a Valsa, a Polca, a Mazurca, o Scottish, o Pas-de-quatre, etc. No século passado surgiu o Boston, só destronado pelas danças exóticas (Cake-Walk, Maxine, One Step, Fox-Trot, e Tango). A divulgação da dança se deu também fora do espetáculo, principalmente nas tradições populares. (Vide em BRASIL ESCOLA: (http://meuartigo.brasilescola.com/artes/historia-danca.htm ). HISTÓRIA DA DANÇA. Ana Lúcia Oliveira do Nascimento.

Post Author: revistapartes