A TRADIÇÃO DO PRESÉPIO

No Palácio dos Bandeirantes
A tradição dos Presépios

Cerca de 40 Presépios de vários países pertencentes ao acervo do Museu de Arte Sacra, ao Memorial da América latina e à Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, além da peças de arte sacras, pinturas e mobiliários pertencendo ao governo paulista, serão exibidas de 4 de dezembro a 5 de janeiro de 2013, no Térreo e no 1º andar do Palácio dos Bandeirantes.
Promovida pelo Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo – órgão vinculado à Casa Civil, a Mostra exibirá cenas da natividade de países como Portugal, Colômbia, Angola, México, Chile, Polônia além de obras de arte como pinturas cusquenhas, esculturas sacras dos séculos XVIII e XIX e objetos sacros.
A palavra “presépio” (praesepium), de origem hebraica, significa “manjedoura dos animais” ou “estábulo dos animais”. Juntamente com a árvore de Natal, o presépio é uma das tradições natalinas, remetendo-nos diretamente a cena do Nascimento do Menino Jesus.
O costume de se montar presépio antes do natal foi de São Francisco de Assis, que, em 1233, na cidade italiana de Greccio resolveu fazer uma montagem teatral do nascimento de Jesus Cristo.Séculos mais tarde, em 1700, esse costume se propagou pelo mundo inteiro, especialmente, a partir de Nápoles – onde se tornou motivo de grandes competições e exibições de verdadeiras obras de arte em cenas de natividade.
Palácio dos Bandeirantes: Avenida Morumbi, 4.500 – Portão 2.
Informações: 2193-8282 – Agendamento Eletrônico: ‘www.acervo.sp.gov.br
Visitas: de terça a sexta-feira, das 10 às 17 horas sempre em horas cheias.
Sábados, domingos e feriados, das 11, às 16h, sempre em horas cheias
Entrada franca e Estacionamento grátis.

Post Author: revistapartes