Vítimas de incêndio são encaminhadas para abrigo e passarão por cadastro habitacional

Com auxílio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, 50 pessoas, vítimas do incêndio que atingiu a Comunidade da Ilha, em Heliópolis, foram encaminhadas para alojamento. Secretaria da Habitação faz cadastramento na quarta (10) e quinta (11)
Com apoio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, 50 pessoas que ficaram desabrigadas após o incêndio que atingiu a Comunidade da Ilha, no domingo (7), foram encaminhadas para um alojamento no espaço de um movimento de moradias da região. O atendimento foi organizado para as pessoas que requisitaram o serviço e aceitaram o abrigo. O restante dos desabrigados optou por ir para outros locais, como casas de parentes.

Na quarta (10) e quinta-feira (11), uma equipe da Secretaria Municipal da Habitação irá até o local para iniciar o cadastro habitacional e na semana seguinte ao cadastramento, os desabrigados receberão as três primeiras parcelas do auxílio aluguel, totalizando R$ 1,2 mil – R$ 400 por mês. No dia 30, as vítimas do incêndio receberão mais três parcelas do benefício, que será renovado até que as famílias sejam atendidas definitivamente.

O planejamento é atender essa demanda habitacional em um empreendimento de moradias sociais que será construído na região do Ipiranga, próximo de onde moravam as vítimas. A presidenta Dilma Rousseff disse em nota, que os desabrigados serão atendidos por uma linha especial do Programa Minha Casa Minha Vida.

Como balanço mais atualizado, até o fim da noite de domingo, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social cadastrou 560 famílias. Até a tarde eram 503 famílias, mas muitas alegaram que estavam em hospitais e, por isso, o cadastramento foi estendido. As famílias receberam kits com colchões, cobertores, cesta básica e itens de higiene pessoal, além de refeições. A Pasta seguirá oferecendo refeições no alojamento, quando solicitado.

Apoio
Cerca de uma hora após o início do incêndio, equipes da Defesa Civil e da Subprefeitura do Ipiranga prestavam o primeiro apoio aos desabrigados da Comunidade da Ilha, em Heliópolis. A Prefeitura, por meio da Coordenação das Subprefeituras, Segurança Urbana, Assistência e Desenvolvimento Social e Habitação, mobilizou quase 70 profissionais para prestar assistência às vítimas.

Post Author: revistapartes