São Paulo, Educação forma professores para usar justiça restaurativa na mediação de conflitos em escolas estaduais

Evento marca a última etapa do projeto desenvolvido pela Secretaria em parceria com o Ministério Público que capacitou 850 docentes em um ano

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e o Ministério Público promovem nesta quinta-feira (31 de outubro) uma grande formatura para marcar a última etapa do projeto que durante um ano capacitou 853 professores. Eles foram formados para utilizar técnicas de Justiça Restaurativa no ambiente escolar e traçar estratégias para prevenir e mediar conflitos como bullying e indisciplina.

A formatura integra o programa Professores-mediadores que está em ampliação em todo Estado. Nos últimos 3 anos, a presença destes educadores mais do que dobrou nas escolas estaduais. Atualmente, são 2.885 docentes atuantes e, no início do projeto, em 2010, eram 1.156 (crescimento de 149%). A cerimônia conta com a presença do secretário da Educação, professor Herman Voorwald, e do procurador-geral Marcio Elias Rosa e celebra formação dos 200 professores-mediadores participantes das duas últimas turmas da capital e do interior

Para a área específica de Justiça Restaurativa, o curso foi oferecido em encontros presenciais nos 10 polos de todo o Estado, atendendo educadores de todas as 91 diretorias regionais de ensino da rede estadual. Nas aulas foram ensinadas técnicas que auxiliam a prevenir e resolver conflitos no ambiente escolar, baseadas na metodologia que trabalha diálogo, reflexão e responsabilidade. As aulas com promotores de Justiça ocorreram em três encontros presenciais de um dia para cada uma das 10 turmas.

A ação faz parte de um termo de cooperação que aproxima promotores de Justiça das escolas estaduais e reforça o Sistema de Proteção Escolar, criado em 2009 pela Secretaria da Educação. O programa visa ainda integrar a escola e a comunidade, além de promover a garantia dos direitos da criança e do adolescente.

“A atuação da Secretaria é para envolver cada vez mais a comunidade escolar em ações preventivas e que ampliam a qualidade do ambiente escolar. Os professores-mediadores são instrumentos importantes tanto para os nossos alunos quanto para os funcionários das escolas. Um levantamento feito pela Secretaria mostrou que a atuação destes educadores é aprovada por mais de 90% das unidades de ensino por interferirem de foram positiva na rotina escolar”, afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

Confira o número de professores formados por região no curso Justiça Restaurativa

Região Administrativas Professores-mediadores
Presidente Prudente

36

Campinas

93

Araçatuba

31

Sorocaba

75

Central

29

Marília

39

Barretos

5

Bauru

24

RMSP

153

São José dos Campos

55

Rio Preto

35

ABCD

52

Franca

24

Ribeirão Preto

42

Vale do Ribeira/Registro

12

Baixada Santista

25

Capital

123

Total

853

 

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Post Author: revistapartes