Por Gilberto da Silva

Gilberto da Silva é editor da revista Partes. Jornalista e sociólogo. Blog pessoal: www.gilbertodasilva.com

Gilberto da Silva é editor da revista Partes. Jornalista e sociólogo. Blog pessoal: www.gilbertodasilva.com

Um homem busca conquistar a paixão de uma mulher saltando de paraquedas. Não sei se será uma paixão bem sucedida. Há outros fatores que impelem o homem a tomar este tipo de atitude a manifestar seus sentimentos. Por hora, creio que não é uma boa tática concretizar uma manobra tão radical para tornar um sonho de um homem realizável. Mostrar-se para a amada e ao mundo. Soltar de um avião.

Poderia mandar chover pétalas de rosas brancas e vermelhas! Mas foi assim, de paraquedas, que este homem calvo, de olhar retraído e cheio de coragem mostrou-se para a amada e ao mundo!

Realidade é cruel. O homem é frio e não demonstra sentimentos. Nada de sentimentalismos ou sinais de fraqueza.

John Gray já escreveu em Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus que os marcianos dão muita importância ao trabalho, à competência, às conquistas. Enquanto isso as venusianas gostam de conversar para criar relações e compartilhar sentimentos. Marcianos são os homens, venusianas as mulheres, e essas diferenças são apenas algumas na verdadeira teia de divergências que fazem com que os dois sexos não se entendam.

São cenas assim que eu vi num dia de Sol.

Compartilhe esse texto

Share to Google Buzz
Share to Google Plus
Share to LiveJournal
Share to Yandex