Aracaju recebe pela primeira vez: Seminário Nacional de Ações Integradas em Folclore

phpThumb_cache_www_aracaju_se_gov_br_srcff97d16c226e16f1ede6a181101d66ae_par32df3178023bb7b71a84b9034b5fa75e_dat1438270208

 

Durante os 29, 30 e 31 de julho a capital sergipana se transforma na cidade do folclore, sendo a sede de um dos maiores eventos culturais do país. O Seminário Nacional de Ações Integradas em Folclore, que está em sua sétima edição, reúne durante três dias mais de 30 profissionais da área, que promoverão debates e oficinas sobre a relevância da cultura.

 

O evento, que é promovido pela Comissão Nacional de Folclore, em parceria com a Prefeitura Municipal de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), será realizado no Centro Cultural de Aracaju e tem entrada gratuita.

Sociólogos, antropólogos, pesquisadores da cultura popular e demais doutores em comunicação com especialização em folclore apresentarão nos turnos manhã e tarde, dezenas de trabalhos a cerca do tema, desenvolvidos nos quatro cantos do Brasil. Além da presença de todas as comissões estaduais de folclore.

 

O seminário, que tem como tema este ano, ‘Cores, Cantos e Mitos’, objetiva estabelecer ações integradas entre as comissões, formulando projetos específicos destinados à valorização do patrimônio cultural popular, colocando em questão o papel das instituições de ensino e dos meios de comunicação como forma de incentivar e promover essas manifestações artísticas.

 

O Seminário Nacional de Ações Integradas em Folclore é considerado um dos eventos mais importantes da área cultural do país e trará à Aracaju palestrantes como: Lucilo Varejão Neto (PE), Severino Vicente (RN), Cáscia Frade (RJ), Olegário Wenceslau (AL), Lourdes Macena (CE), Guilherme Manhães (ES), Diego Dionísio e Ângela Savastano, ambos de São Paulo.

 

Além, dos sergipanos Aglaé d´ Ávila Fontes, Presidente da Funcaju; Kátia Araújo, coordenadora do Grupo de Pesquisa de Serviço Social (Unit);

Beatriz Goes Dantas, Professora emérita da Universidade Federal de Sergipe;Maria Augusta Mundim, Doutora professora em Geografia na Universidade Federal de Sergipe; Verônica Nunes, Professora do curso e museologia da Universidade Federal de Sergipe; os professores Jackson da Silva Lima e Sônia Menezes. Haverá ainda a presença do Mestre Zé Rolinha, que falará sobre a ida da Chegança à Espanha e apresentação do grupo Mamulengo de Cheiroso e demais grupos folclóricos.

 

O seminário abordará também a temática sobre o folclore, as artes populares e suas aplicações consectárias. As discussões terão como finalidade criar proposições a serem apresentadas ao nosso XVII Congresso Brasileiro de Folclore. O evento visa ainda, fortalecer o pensamento sergipano para a realização, defesa e preservação dos fatos folclóricos enquanto bens de um patrimônio cultural imaterial.

 

A programação inclui cerca de 30 debates, divididos em palestras e cursos. A inscrição é gratuita.

 

 

Palestrantes

 

  1. Severino Vicente – Presidente da Comissão Nacional de Folclore; professor no Rio Grande do Norte;
  2. José Moreira de Souza – Doutor em Antropologia; presidente da Comissão Mineira de Folclore e vice presidente da Comissão Nacional de Folclore;
  3. Aglaé d’Ávila Fontes – Professora emérita da Universidade Federal de Sergipe. Presidente da Fundação de Cultura de Aracaju e da Comissão Sergipana de Folclore;
  4. José Fernando Souza – Pesquisador da Comissão Pernambucana de Folclore. Bacharel em Direito.
  5. Affonso Furtado da Silva – Engenheiro. Pesquisador de cultura religiosa
  6. Ângela Savastano – Dirigente do Centro de Estudos de Cultura Popular de São José dos Campos-SP
  7. Antônio Macedo Neto (Toninho Macedo). Doutor em Sociologia; Diretor Cultural da Abaçaí Cultura e Arte, de São Paulo; ex-presidente da Comissão Paulista de Folclore.
  8. Beatriz Góes Dantas – Antropóloga. Professora emérita da Universidade Federal de Sergipe
  9. Cáscia Frade – Professora emérita da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
  10. Diego Dionísio – Comunicador especializado em políticas públicas para o patrimônio imaterial; presidente da Comissão Paulista de Folclore.
  11. Domingas Dealdina – Membro da Coordenação Nacional Quilombola. Técnica de Patrimônio Imaterial da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo
  12. Guilherme Ramalho Manhães – Presidente da Comissão Capixaba de Folclore; vice-presidente da Comissão Nacional de Folclore. Historiador.
  13. Gutemberg Costa – Presidente da Comissão Norte Riograndense de Folclore. Pedagogo.
  14. Ivo Benfatto – Presidente da Comissão Gaúcha de Folclore. Pós-graduação militar em nível de estado maior; professor.
  15. Izabel Cristina Signoreli – Presidente da Comissão Goiana de Folclore; diretora da Comissão Nacional de Folclore. Educadora.
  16. Jackson da Silva Lima – professor e folclorista, Sergipe.
  17. José Augusto Morais – Presidente da Comissão Paraibana de Folclore. Pesquisador da Universidade Federal da Paraíba.
  18. Laércio Queiroz – Professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Doutor em Linguística. Pesquisador da Comissão Pernambucana de Folclore.
  19. Lélia Pereira Nunes – Conselheira da CNF e membro da Comissão Gaúcha de Folclore.
  20. Lilian Vogel – Professora. integrante da Comissão Paulista de Folclore.
  21. Lucilo Varejão Filho – Secretário de Patrimônio, Cultura e Turismo de Olinda. Doutor em literatura (na Sorbonne); professor titular da Universidade Federal de Pernambuco; membro da Academia Pernambucana de Letras.
  22. Maria Augusta Mundim – Doutora em Geografia. Professora da Universidade Federal de Sergipe
  23. Maria de Lourdes Macena – Doutora em Artes. Ex-presidente da Comissão Nacional de Folclore. Professora IFCE. Dirigente do Grupo de Pesquisa em Cultura Folclórica – IFCE/CNPQ
  24. Mestre Zé Rolinha (José Ronaldo de Menezes) – Mestre da Chegança de Laranjeiras (SE)
  25. Neide Rodrigues Gomes – Etnomusicóloga; vice-presidente da Comissão Paulista de Folclore; idealizadora do Instituto Ora Viva São Gonçalo
  26. Nereu do Valle Pereira – Presidente da Comissão Catarinense de Folclore. Educador.
  27. Osvaldo Meira Trigueiro – Doutor em Comunicação. Professor emérito da Universidade Federal da Paraíba
  28. Oswald Barroso – Doutor em Artes. Professor da Universidade Federal do Ceará. Teatrólogo.
  29. Sérgio Ferretti – Doutor em Antropologia; professor emérito da Universidade Federal do Maranhão; presidente de honra da Comissão Maranhense de Folclore.
  30. Severino Lucena Filho – Doutor em Comunicação. Professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco.
  31. Valquíria Mendes Maia – Presidente da Comissão Cearense de Folclore
  32. Verônica Nunes – Professora da Universidade Federal de Sergipe. Museóloga. Diretora do Museu do Homem de Sergipe.

 

 

29/07/2015

 

PALESTRAS MOTIVADORAS

 

8h30 – Abertura: Apresentação do Coral Vivace

9h – Conferência: Do trato para a preservação do patrimônio material e imaterial, em Olinda, frente aos interessados da espetacularização do carnaval – Lucilo Varejão Neto | PE

10h – Trabalhando o folclore e a cultura popular na contemporaneidade – Severino Vicente | RN

11h – A cena que é do povo – Aglaé d´ Ávila Fontes | SE

12h – Intervalo

 

 

ESTUDOS INTEGRADOS – MÓDULO A

 

14h – Carta do Folclore Brasileiro – Cáscia Frade | RJ

15h – Folclore em Alagoas – Olegário Wenceslau | AL

16h – Projeção do folclore na educação, comunicação – Lourdes Macena | CE

17h – A salvaguarda a partir dos projetos culturais – Diego Dionísio | SP

 

 

ESTUDOS INTEGRADOS – MÓDULO B

 

14h – Reconhecimento, propriedade e posse dos sabores e fazeres em um Museu de Folclore – Ângela Savastano | SP

15h – Vertentes comunicacionais do Folclore: a Folkcomunicação – Severino Lucena | PB

16h – Indiaroba, a terra que se veste de Divino – Kátia Araújo | SE

17h – Folguedo folclórico: o boi de mamão – Nereu Pereira | SC

18h – Apresentação de grupo folclórico

 

 

30/07/2015

PALESTRAS MOTIVADORAS

 

9h – O folclore em transformação no Ceará – Osvaldo Barroso | CE

10h – A literatura oral no Rio Grande do Sul – Ivo Benfatto | RS

11h – As festas populares brasileiras da Idade Média à Idade da Mídia – Oswaldo Trigueiro Paraíba | PB

12h – Intervalo

 

ESTUDOS INTEGRADOS – MÓDULO A

 

14h – Cânticos e crenças do Bumba-meu-boi e do Tambor de Crioula do Maranhão – Sérgio Ferretti| MA

15h – Devoção do Divino – Neide Gomes | SP

16h – Ciclo do São João– Lilian Vogel | SP

17h – A chegança vai à Espanha – Mestre Zé Rolinha | SE

 

 

ESTUDOS INTEGRADOS – MÓDULO B

 

14h – A cultura popular quilombola – Domingas Dealdina | ES

15h – Devotos dançantes – Beatriz Goes Dantas | SE

16h – O saber viver e suas condições em Minas Gerais – Moreira de Souza | MG

17h – Da defesa do direito autoral dos artistas populares – Gutemberg Costa | RN

18h – Apresentação de grupo folclórico

 

 

31/07/2015

PALESTRAS MOTIVADORAS

 

9h – O fato folclórico refuncionalizado – José Fernando Souza | PE

10h – O valor da Oralidade – Jackson da Silva Lima | SE

11h – A cultura popular e a contribuição da diáspora – Lélia Nunes | PB

12h – Intervalo

 

ESTUDOS INTEGRADOS – MÓDULO A

 

14h – Experiência da inclusão do Folclore na escola – Izabel Signoreli| GO

15h – Literatura oral: cantorias, improvisos da mulher nordestina – Laércio Queiroz | PE

16h – Congos, jongos, ticumbis– Guilherme Manhães | ES

17h – Os Reis Magos no Folclore brasileiro – Affonso Furtado | RJ

 

 

ESTUDOS INTEGRADOS – MÓDULO B

 

14h – Alimentos Identitário – Sônia Menezes | SE

15h – Patrimônio e Identidades – Maria Augusta Mundim | SE

16h – Santeiros paraibanos – José Augusto Moraes | PB

17h – Poço Redondo: uma referência sobre a Cavalhada – Verônica Nunes | SE

18h – Encerramento: Apresentações do Mamulengo de Cheiroso e Grupo Folclórico

 

 

 

 

Post Author: revistapartes