Fotolia_29804211_M

extraída do site da Apcd Jau

 

*Adriano Forghieri

Faculdades de Odontologia vêm se dando conta da importância de expandir a grade curricular, a fim de oferecer muito mais do que a profissão exige do ponto de vista técnico. Para enfrentar o mercado com mais condições de competir, quem teve acesso ao ensino de idiomas estrangeiros, bem como a matérias complementares que desenvolveram suas habilidades gerenciais e comunicacionais, certamente terá um ganho de autoconfiança fundamental nos dias de hoje. Afinal, o perfil dos pacientes também mudou.

Na era das mídias sociais, em que pessoas trocam dicas, informações e experiências o tempo todo, não há nada pior para a reputação de um profissional do que ser questionado sobre algo que sequer ouviu falar, ou até ouviu, mas não teve interesse em se aprofundar. Obviamente, não se trata de uma nova marca no mercado ou de qualquer outra coisa que possa surgir de um dia para outro. Mas é preciso ter em mente que a Odontologia está sempre em movimento, sempre avançando e desenvolvendo novas técnicas e materiais. Por isso é tão importante que, mesmo depois de formado, o cirurgião-dentista perceba que investir em atualização de conhecimento significa aumentar seu capital intelectual e, principalmente, ganhar respeito e confiança de seus pacientes.

Com cerca de 280 mil profissionais formados e atuantes, não se pode negar que a Odontologia é uma das carreiras mais organizadas, que conta com várias entidades de classe de reputação invejável. Muitos são os esforços envidados para que seja grande a oferta de workshops, seminários, conferências, congressos, cursos de atualização etc. Há uma série de oportunidades para que o cirurgião-dentista em início de carreira possa se atualizar sem gastar muito ou, inclusive, sem gastar nada. Até mesmo a internet traz aulas e trechos de eventos interessantes e que certamente acrescentam um algo a mais na bagagem do conhecimento. A propósito, tudo isso também está acessível aos estudantes que ainda não se formaram. Aproveitar o tempo livre para ganhar conhecimento pode ser um diferencial para o mercado de trabalho.

Outro importante meio para aumentar o conhecimento sobre técnicas, equipamentos, materiais e mercado, em geral, são as revistas especializadas. Elas são uma grande fonte de informação e o hábito de ler periodicamente e estar a par do que trazem de novo faz do cirurgião-dentista um profissional mais valorizado até mesmo entre seus pares e sua equipe de trabalho. O aprendizado contínuo não só capacita o profissional dentro de sua área de atuação, como também o prepara para dar aos pacientes o melhor atendimento possível, estando sempre pronto para responder a questionamentos e, inclusive, atuar de modo muito mais seguro no atendimento clínico.

*Prof. Dr. Adriano Forghieri é cirurgião-dentista e presidente da FAOA – Faculdade de Odontologia da APCD (Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas). www.faoa.edu.br

Compartilhe esse texto

Share to Google Buzz
Share to Google Plus
Share to LiveJournal
Share to Yandex