Lixo urbano

Poderia criticar as três esferas de poder em relação a esta questão e apresentar caminhos para solucioná-la; como o espaço é curto, vou me ater somente à segunda parte da proposta. O lixão é forma arcaica de depositar o lixo urbano, normalmente são lançados ao solo sem qualquer monitoramento e tratamento. Não vem acompanhado de qualquer estudo prévio do impacto ambiental, a contaminação do solo é inevitável, com o tempo solta um líquido, "o chorume" que atinge o lençol freático. Em diversos municípios do país, o lixão citado é a forma usual, mais barata para a Prefeitura...
Continue a Leitura »

Manifesto contra o rebaixamento da maioridade penal

O limite fixado para a maioridade penal não pode ser confundido com a ideia de desresponsabilização da juventude: inimputabilidade não é sinônimo de impunidade. O critério de fixação da idade penal é essencialmente cultural e político, revelando o modo como uma sociedade lida com os conflitos e as questões da juventude, privilegiando uma lógica vingativa-repressiva ou uma lógica educacional. É uma ilusão achar que o sistema carcerário brasileiro poderá transformar adolescentes autores de atos infracionais em cidadãos que possam contribuir produtivamente na sociedade...
Continue a Leitura »

A parte que nos resta

  Continuamos o caminhar por uma estrada brasileira borrada por comemorações ridículas, por caminhos sem terra, sem teto, sem nada, passando pelos com tudo, com terra.  Mas, apesar das injustiças, de consciências a serem aperfeiçoadas, da política ser reciclada, podemos avançar e crer na possibilidade do futuro. Nossos caminhos são múltiplos. A escolha, quase sempre difícil. Como avançar por esses caminhos enfrentando as suas dificuldades? Apenas caminhando… Mas é bom lembrar uma parte do livro-carta-aberta do jornalista Hamilton Cardoso publicado nesta edição: “Quando alguém está desorientado e perambulando é chamado de zumbi e quando alguém está zumbi, certamente está perambulando. Então ninguém quer ser zumbi e, consequentemente, presumo, no imaginário oficialmente permitido, nos dicionários e, principalmente ensinado às nossas...
Continue a Leitura »
Comunicação

A velhice e a tecnologia

Fátima Teixeira A poucos dias precisei encaminhar uma proposta por escrito que deveria ser recebida o mais rápido possível. Como não dispunha de aparelho de fax me dirigi a uma papelaria próxima para executar a operação. Enquanto aguardava, puxei conversa com o balconista lamentando não dispor de tal comodidade em minha residência. O balconista minimizou minha queixa afirmando que, com a chegada do micro computador e o acesso à Internet, o aparelho de fax havia se tornado um objeto obsoleto. Projetou ainda, que num futuro próximo a papelaria, a biblioteca e outros serviços ligados ao setor serão desnecessários fazendo com que a sua própria profissão desapareça do mercado de trabalho. Disse que já está se preparando na busca de...
Continue a Leitura »
Turismo

Os verdes montes de Minas

Curta o sossego e o romantismo de Monte Verde. P@rtes convida você para passar um final de semana tipicamente europeu, degustando delícias da gastronomia alemã nessa maravilhosa e tranquila cidade mineira. José Afonso de Oliveira Monte Verde fica no extremo sul de Minas Gerais. A 160 km da cidade de São Paulo e a 508 km da capital mineira, pela rodovia Fernão Dias. Em 1936, um  imigrante da Letônia, Werner Grinberg  atraído pelo clima, chegou aos “Campos de Jaguari”, em Camanducaia onde comprou várias terras para formar a sua fazenda. As terras passaram a ter o nome de seu fundador: “grin”, que significa verde em letão e “berg”, monte. Encravada na Serra da Mantiqueira, está situada a uma altitude de 1.600...
Continue a Leitura »
Educação

Violência infantil

Maria Helena Fraia Ao ler sobre a violência doméstica que nossas crianças estão submetidas, seja ela negligência, violência física, psicológica ou mesmo sexual, pensamos logo em países subdesenvolvidos, sem emprego e onde a fome toma conta da sua população. Seria verdadeira essa afirmação? A violência por acaso não ocorre nos países europeus, ou na América do Norte? O que levaria o agente agressor a tanta barbárie? Existem pesquisas que apontam a própria família (pai ou mãe) com maio índice de agressão: pai 25% dos casos, mãe, 50%, pais 13%. As pesquisas também apontam que quem revela os abusos são, na maioria a comunidade ou pessoas autônomas. O que existe na verdade é um problema mundial que deve ser considerado...
Continue a Leitura »
Comunicação

Comunicação e a tecnologia

Paulo de Abreu Lima Dizem que quando os cientistas provarem a existência de Deus, quando chegarem “lá”, encontrarão muitos teólogos conversando com Ele. Ocorreu-me esta imagem, conhecida como anedota, pensando a relação comunicação – tecnologia de uma forma semelhante a ciência – religião. O que é a ciência?- senão pensar como dominar o mundo…da natureza? Sim, dominar as relações nela existentes e o que estas relações e seus produtos resultantes possam contribuir de forma positiva e importante para o bem estar da sociedade. A ciência, porém, tem uma peculiaridade, que é o despojamento emocional; a leitura fria e seca dos dados obtidos a partir das observações. E é importante que ela tenha este rigor visual, sob pena de enviesar...
Continue a Leitura »

Quem guarda o sono do vigilante?

Por Maria da Paz Gomes Silvino Eles chegam um por um. Assustados no início e depois mais confiantes. Soltam a respiração contida, relaxam e de repente caem nos braços do vigilante. Têm os olhos tristes, baços de lágrimas e as almas cheias de feridas. São como crianças medrosas à cata de segurança. Ele os acolhe por obrigação, solidariedade e mais por amor. Fala-lhes palavras doces, põe-nos a deitar e principia a lavar-lhes as feridas. Recobre todas com um unguento anestésico, fecha-as com bandagens. Logo se põe a cantar. Cantigas de ninar que lhe ficaram do aprendizado de vigilante. Ali é pai, mãe, irmão mais velho de todos. Não se descuida do seu posto. De pé, como um soldado em sua...
Continue a Leitura »

Busca

    Quantas crianças perambulam por aí Perambulam em busca de algo Em busca de comida De brinquedo atenção Quantas adultos perambulam por aí Perambulam em busca de algo Em busca de emprego De ação atenção Quantos seres vivos perambulam por aí Perambulam em busca de algo Em busca de vida De carinho atenção Quantas pessoas caminham por aí Caminham oferecendo algo Brinquedo Emprego Carinho Vida Paulo de Abreu Lima     PUBLICIDADE    ...
Continue a Leitura »
Educação

Precisaremos desenvolver a oratória

Eliana Maria Righi O advento da informática no mundo, creio eu, será, posteriormente considerado um marco tão importante quanto o surgimento da escrita, ou o aparecimento de Buda ou Cristo sobre a terra. Não ficará pedra sobre pedra. Para as gerações mais jovens, que crescem diante da tela e comendo papinha sobre o teclado do computador, será assimilada de forma tão simples, como aprendemos a andar de bicicleta ou soltar uma pipa. Já para aqueles que tiveram que freqüentar um curso de informática para dominar as primeiras técnicas e tentar decifrar “bits and bytes”, a incorporação pode ser mais árdua, e passará por processos de assimilação mais complexos. Eu, por exemplo, quando quero escrever um texto mais elaborado, ainda não resisto...
Continue a Leitura »

Amor e Verdade

Tenho dois amores em minha vida; são duas criaturas maravilhosas que enriquecem minha existência. O José Eduardo, meu filho mais velho, sempre me solicita mais, quer minha atenção o tempo todo. O Luiz Fernando tem um jeito muito sutil de se fazer notar. O amor que sinto pelos dois transcende qualquer tipo de medição. Nosso relacionamento é muito democrático, cada um com total liberdade para tentar conquistar seu espaço e afirmar suas vontades, mas no fim conseguimos encontrar o meio termo e satisfazer todas as vontades. Como todas as relações humanas, às vezes nos deparamos com algumas encruzilhadas mas buscamos a todo tempo superá-las. A verdade e a transparência solidificam os laços nesta relação com meus filhos....
Continue a Leitura »
Natureza

O caos urbano

Almir Chiarato Dias Que tipo de reflexão podemos ter ao andar pelo centro sujo e pichado de São Paulo (não é muito diferente de outras metrópoles), conviver entre ilhas de calor provocadas pelo excesso de asfalto e concreto, ou presenciar as sucessivas enchentes, o acúmulo de lixo e a poluição visual e sonora que aumenta a cada dia? Sem dúvida, uma situação tão caótica, como a paulistana, é um convite aos cidadãos para discutir o caos no meio ambiente urbano. Todos que lutam pela melhoria da qualidade de vida e contra as transformações e agressões indesejadas do meio ambiente nas cidades devem juntar seus esforços para exigir do poder público ações concretas para minimizar a situação. A questão não...
Continue a Leitura »
Fátima de Jesus Teixeira

Um novo olhar para a velhice

Fátima Teixeira Você já reparou como o número de pessoas mais velhas está aumentando? O Brasil, que até pouco tempo era identificado como um “país jovem”, atualmente encontra-se no rol dos países com um importante crescimento de sua população idosa. O envelhecimento acelerado que estamos constatando é decorrência daqueda brusca da fertilidade e do aumento da longevidade humana. A redução da taxa de mortalidade infantil, as novas tecnologias, o avanço da medicina e a melhoria da qualidade de vida contribuíram, entre outros fatores, para aumentar a expectativa de vida do brasileiro. Segundo dados do IBGE, em 1991 a população brasileira com 65 anos ou mais atingiu 7 milhões de pessoas. Conforme projeções, atualmente uma em cada 13 pessoas faz...
Continue a Leitura »
Gilberto da Silva

Há sentidos na vida?

Gilberto da Silva Viver tem sentido. Compreender o significado da vida nem sempre tem sentido. Entendê-la, decifrá-la é a tarefa mais difícil de ser cumprida. Viver hoje, na maioria dos casos, num cotidiano estressante, violento e impiedoso. É um convite à resistência. Resistir à infelicidade que teima em colocar-se presente em todos os momentos. O espanto da humanidade moderna e a incredulidade são os pequenos, fugidios e sempre sonhados “Momentos de Alegria”, “instantes de felicidade”. É por estes maiores (e melhores) momentos de felicidade e de alegria, que muitos lutam. Recorro a um pensador marxista alemão, um “iluminista”, Walter Benjamin, para recordar que construir a história é “recolher os restos esquecidos dessa História”. Os derrotados, os esquecidos, os incompreendidos...
Continue a Leitura »
comportamento

Para onde vamos?

Paulo de Abreu Lima Pensar nesta pergunta parece, hoje, não ter importância. Será que é importante mesmo? Talvez porque pensar para onde vamos? seria pensar na evolução da nossa conduta ética e/ou espiritual. O quê nosso universo ético e espiritual pode ter haver com nosso universo mundano que, atualmente, é essencialmente consumista, econômico? Aliás, sempre foi, e não vai deixar de ser. A questão mais importante, parece ser mesmo: por que as sociedades materialistas (capitalistas, consumistas ao extremo, etc.) construíram um universo ético tão nocivo, tão áspero, onde as relações são caracteristicamente temerosas e ameaçadoras?? Para onde vamos, se a ciência e a tecnologia parecem estar praticamente sempre a serviço do comércio? Para onde vamos se, apesar de tanto avanço científico e tecnológico,...
Continue a Leitura »

Amor e Verdade

Fernando Marrey Ferreira Tenho dois amores em minha vida; são duas criaturas maravilhosas que enriquecem minha existência. O José Eduardo, meu filho mais velho, sempre me solicita mais, quer minha atenção o tempo todo. O Luiz Fernando tem um jeito muito sutil de se fazer notar. O amor que sinto pelos dois transcende qualquer tipo de medição. Nosso relacionamento é muito democrático, cada um com total liberdade para tentar conquistar seu espaço e afirmar suas vontades, mas no fim conseguimos encontrar o meio termo e satisfazer todas as vontades. Como todas as relações humanas, às vezes nos deparamos com algumas encruzilhadas mas buscamos a todo tempo superá-las. A verdade e a transparência solidificam os laços nesta relação com meus...
Continue a Leitura »
Turismo

O Santuário do Caraça

José Afonso de Oliveira Um bom lugar para visitar e sair do lugar comum é ir até o Parque Nacional do Caraça. Lá está o mosteiro do Caraça, em estilo gótico, construído entre 1774 e 1779, pelo monge Lourenço que veio de Portugal atraído pelo ouro. Em 1820, o Santuário abriu suas portas para alunos criando, assim, o Colégio e Seminário do Caraça. Hoje a construção aloja turistas do Brasil e do mundo, com uma área de 11.233 hectares. O Santuário do Caraça está situado a 1300 metros de altitude com uma temperatura média de 15º C. Para os amantes da natureza e os que gostam de fazer caminhadas em meio a muito verde e ao canto dos pássaros,...
Continue a Leitura »

A responsabilidade de todos nós

Ser responsável é sentir-se parte, é sentir-se criador, é sentir-se parceiro. Isso em relação a qualquer coisa. Num desejo profundo de conservá-la para os outros tanto quanto para si. É não esperar que alguém faça algo que o outro deveria ter feito. Ser responsável é fazer sem esperar que aplaudam, é fazer, é participar como necessidade para o bem comum. Assumir sua responsabilidade é não esperar que os outros deixem seus compromissos para cuidarem dele. Enfim, é assumir a vida. Estamos vivendo numa sociedade em que ser parceiro é coisa rara. Amigos, conversa de botequim, tomar um cafezinho, um chá são ações de um tempo remoto. Precisamos resgatar essas coisas mais simples do nosso cotidiano para construir nossa transformação....
Continue a Leitura »