ambientalistas

Os animais e a cultura imaterial

Os animais e a cultura imaterial Fernando Protti Bueno Recentemente o Senado aprovou a PEC 50/2016, a ‘PEC da Vaquejada’, que estabelece que as práticas que envolvem o uso de animais não serão consideradas maus tratos, desde que por força de lei, haja o título de patrimônio cultural a estas. Isso porque em novembro de 2016, o Congresso aprovou a lei 13.364, que “eleva o rodeio, a vaquejada, bem como as respectivas expressões artístico-culturais, à condição de manifestação cultural nacional de patrimônio cultural imaterial”. Dessa forma, conseguiram pelos meios jurídico-institucionais atender a Constituição Federal quanto ao direito à valorização cultural e à realização de manifestações culturais (art. 215), ao mesmo tempo em que não submete os animais à crueldade...
Continue a Leitura »
ambientalistas

Engajamento social contribui com a manutenção da biodiversidade

* por Daniel Sabará Um dos países com a maior riqueza em biodiversidade do mundo, o Brasil abriga, ao lado de outras 16 nações, 70% das espécies existentes. No entanto, ao falar desse tema, uma questão que merece destaque é o engajamento da sociedade com ações relacionadas à preservação do meio ambiente. Ao avaliar o cenário atual, por exemplo, podemos dizer que o país atravessa um momento crítico, pois ainda são registrados índices elevados de desmatamento e muitos utilizam as riquezas naturais de maneira indevida. Uma das soluções para esse problema é a criação de estratégias que ajudem a conscientizar a população, de forma que biodiversidade e sustentabilidade sejam igualmente valorizadas. Afinal, a vida na Terra depende da existência...
Continue a Leitura »
ambientalistas

Telhado verde reduz temperatura e aumenta umidade

Por Valéria Dias - valdias@usp.br O uso de telhado verde se mostrou eficiente para reduzir os impactos no microclima no topo de um edifício na região central de São Paulo, como mostra estudo realizado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. Telhado verde é o uso de vegetação como gramíneas, arbustos e árvores no topo de telhados comuns ou em laje de concreto. Edifício Conde Matarazzo, sede da Prefeitura de SP: telhado verde tem até lago Os prédios analisados foram o Edifício Conde Matarazzo (sede da Prefeitura de São Paulo), localizado entre a rua Dr. Falcão e o Viaduto do Chá, e que possui um amplo telhado verde; e o Edifício Mercantil/Finasa (rua Líbero Badaró), cuja laje...
Continue a Leitura »
administração municipal

Abertas as inscrições para a primeira Conferência de Meio Ambiente do Rio

Ampliação da coleta seletiva de lixo será o tema central do encontro, aberto a toda a sociedade civil A Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura do Rio de Janeiro abriu as inscrições para a I Conferência de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro, através do site http://conferenciameioambienterio.com.br/site/ . Com foco voltado para a ampliação da coleta seletiva de lixo, com a inclusão social de catadores de materiais recicláveis, a Conferência tem por objetivo contribuir para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, debatendo prioritariamente a política de redução dos impactos das mudanças climáticas e o incentivo à produção e ao consumo sustentáveis. A primeira reunião do Comitê Organizador da Conferência, que reúne representantes do Poder Público,...
Continue a Leitura »

Meio ambiente: a história ambiental paulista

Debate Meio ambiente: a história ambiental paulista O Centro de Documentação e Memória (Cedem) da Unesp promove no dia 10 de junho, terça-feira às 18h, o debate sobre o livro: História ambiental paulista: temas, fontes, métodos (editora Senac, 304 páginas, 2007). O livro contém artigos de pesquisadores e ajuda a conhecer o passado para entender melhor as relações atuais de uso dos recursos naturais. Um conjunto de especialistas, análises técnicas sobre uma variedade de temas e os resultados de alguns dos mais recentes estudos das universidades paulistas sobre meio ambiente formam o seu conteúdo. Organizado por Paulo Henrique Martinez, coordenador do Laboratório de História e Meio Ambiente da Unesp em Assis (SP), o livro reúne doutores e doutorandos das...
Continue a Leitura »

Meio ambiente: a história ambiental paulista

Debate Meio ambiente: a história ambiental paulista O Centro de Documentação e Memória (Cedem) da Unesp promove no dia 10 de junho, terça-feira às 18h, o debate sobre o livro: História ambiental paulista: temas, fontes, métodos (editora Senac, 304 páginas, 2007). O livro contém artigos de pesquisadores e ajuda a conhecer o passado para entender melhor as relações atuais de uso dos recursos naturais. Um conjunto de especialistas, análises técnicas sobre uma variedade de temas e os resultados de alguns dos mais recentes estudos das universidades paulistas sobre meio ambiente formam o seu conteúdo. Organizado por Paulo Henrique Martinez, coordenador do Laboratório de História e Meio Ambiente da Unesp em Assis (SP), o livro reúne doutores e doutorandos das...
Continue a Leitura »