comportamento

Como partimos de Dr. Kildare e chegamos a … House?

Como partimos de Dr. Kildare e chegamos a … House?  Por Sonia Regina Rocha Rodrigues Todo médico de minha geração lembra-se do Dr. Kildare, que inspirou tantos entre nós. Admirado, amado mesmo, este jovem médico (ainda estudante) era apresentado como uma pessoa útil, atenciosa, dedicada, compreensiva, que escutava e consolava seus pacientes. Nos seus relacionamentos profissionais, havia um forte elo emocional. Humano, não se esperava dele que fosse infalível Neste, que é o primeiro seriado médico que assisti, já percebemos um certo tecnicismo, pois o supervisor de Kildare o adverte: ‘Nosso trabalho é manter as pessoas vivas, não dizer a elas como viver.’ Comentário cínico, cujo objetivo era garantir um distanciamento emocional que não perturbasse o raciocínio médico, que,...
Continue a Leitura »

Cyberbullying: uma agressão que vai além do mundo virtual

por Leandro Suriani da Silva*  É muito importante a discussão sobre Cyberbullying atualmente. A internet é cada vez mais utilizada por crianças e adolescentes. Quem convive neste meio social sabe que é frequente a prática do deboche. A prática do bullying sempre ocorreu, no entanto, o ponto hoje é que temos à disposição a internet para potencializar e ampliar o poder de agressão. Há três fatores principais que tornam o cyberbullying ainda mais cruel do que o bullying. Primeiro porque se trata de uma prática que acontece no meio virtual, em que as intimidações são mais frequentes e insistentes – já no bullying, a ameaça é física e presencial. O segundo ponto a se considerar é que os jovens...
Continue a Leitura »

Comprometimento

“Comprometimento é compromisso com resultado. O resto é conto de fadas” Por Marcelo Veras*   Nas minhas aulas, quanto vamos discutir a competência comportamental Comprometimento, sempre peço para alguns alunos descreverem a pessoa mais comprometida que eles já conheceram até hoje. As descrições são sempre as mesmas, ou muito próximas. As pessoas citadas são sempre colegas de trabalho com as seguintes características: cumprem horário, se preocupam com os colegas e estão sempre dispostos a ajudar, trabalham mais que os outros, fazem jornada extra, nunca reclamam de nada e fazem tudo pela empresa e pelos colegas de departamento. Ou seja, pessoas que, no ambiente de trabalho, cumprem um papel singular e que topam tudo pelo bem de todos e da...
Continue a Leitura »