Educação

A História Vista de Baixo: a cultura popular tradicional por Edward P. Thompson

“A HISTÓRIA VISTA DE BAIXO”: A CULTURA POPULAR TRADICIONAL POR EDWARD P. THOMPSON Anatália Daiane de Oliveira Eva Emília Freire do Nascimento Azevedo Edson Caetano THOMPSON, Edward Palmer. Costumes em comum: estudos sobre a cultura popular tradicional. Tradução Rosaura Eichemberg. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. O presente texto tem como objetivo descrever e refletir sobre alguns aspectos do livro “Costumes em comum” de Edward Palmer Thompson, evidenciando suas contribuições para o debate da “história vista de baixo”, ou seja, por meio de um movimento crítico, com vistas a entender como as camadas populares se movimentam e fazem história, dando visibilidade e protagonismo às pessoas que por longo tempo tiveram suas vivências excluídas e marginalizadas pela historiografia “oficial”. Thompson...
Continue a Leitura »
Cultura

Literatura de Cordel, Cultura e Ensino: a Diversidade Cultural no Âmbito Educacional

Publicad0 originalmente em 02/04/2012 no link : <http://www.partes.com.br/educacao/artigos/literaturadecordel.asp>   Silvio Profirio da Silva* RESUMO: O ensino, em uma perspectiva geral, tem presenciado a consolidação de profundas mudanças nas práticas pedagógicas presentes no cenário educacional. Uma dessas mudanças diz respeito à inserção de diversos aspectos da cultura popular no âmbito educacional. Em específico, a inserção de diversos gêneros textuais que lançam mão de fatores culturais. Este trabalho tem como objetivo abordar os subsídios  da Literatura de Cordel para levar para o universo escolar novas possibilidades de cunho metodológico relacionadas à diversidade cultural. PALAVRAS-CHAVE: Literatura de Cordel; cultura; ensino.   RESUMEN: La enseñanza, en una perspectiva general, tiene visto la consolidación de profundos cambios en las prácticas docentes presentes en el...
Continue a Leitura »
Educação

Os desafios de ser professor de História em um espaço multicultural: reflexões a partir do estágio curricular supervisionado

OS DESAFIOS DE SER PROFESSOR DE HISTÓRIA EM UM ESPAÇO MULTICULTURAL: REFLEXÕES A PARTIR DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO José Fernandes da Cruz Neto* RESUMO Este artigo, tem como objetivo refletir sobre os desafios da prática docente a serem enfrentadas pelo professor ao ensinar História na educação básica. O texto é resultado de reflexões realizadas a partir da experiência proporcionada pela disciplina Estágio Curricular Supervisionado oferecida pelo Curso de História da Faculdade de Ciências Integradas do Pontal da Universidade Federal de Uberlândia – FACIP/UFU. O Estágio foi efetivado na Escola Municipal Machado de Assis, localizada na cidade de Ituiutaba, MG, Brasil no ano de 2015, com estudantes do terceiro ano do Ensino Médio. A temática das aulas foi relacionada à...
Continue a Leitura »
Cultura

Acerca dos Conceitos de Cultura e Educação: Uma Mirada a partir do Pensamento de Ángel Díaz de Rada

Publicado originalmente em 06/08/2012 o link;<http://www.partes.com.br/educacao/artigos/culturaeeducacao.asp> Cristiano Guedes Pinheiro*   Resumo Este trabalho reflexiona acerca dos conceitos de cultura e educação. Busca, a partir do pensamento do antropólogo espanhol, Ángel Díaz de Rada, perceber a aproximação entre as duas temáticas. Se o objeto principal de teorização do autor é a cultura, é nos entremeios de seu pensamento e de sua escrita que será pontuado e trazido à baila a questão da educação. Por fim destaca-se a necessária distinção entre o conceito de educação e escolarização, no sentido de apontar que cultura e educação, enquanto expressões da ação social, são produzidas cotidianamente, com ou sem a presença da escola. Palavras-Chave: Cultura; Educação; Díaz de Rada; Escola.     Resumen Este...
Continue a Leitura »
Ciências Sociais

Corpos dóceis a serviço da Indústria cultural: a castração da fantasia do sujeito

Priscila Monteiro Chaves*publicado originalmente em 14/04/2012  no link: <http://www.partes.com.br/educacao/artigos/corposdoceis.asp>   Resumo: Entendido que a leitura é uma atividade que demanda participação efetiva por parte do sujeito, o presente texto procura compreender um dos agravantes do esfacelamento da formação do sujeito leitor apoiando-se na relação de intertextualidade que há entre parte do legado adorniano e o texto Corpos Dóceis de Foucault. Concluindo que a formação do leitor contemporâneo ainda sobre com a perspectiva utilitária proposta por ambos. Palavras-chave: Indústria Cultural; leitor; leitura; docilidade. Résumé: Compris que la lecture est une activité qui nécessite des efforts effective de la participation par le sujet, ce texte essaye à comprendre l’un des facteurs aggravants de la dépréciation de la formation du lecteur en...
Continue a Leitura »
Educação

História e Cultura Indígena: Evidências dos Conteúdos Exigidos pela Lei 11.645/2008 no Livro Didático

História e Cultura Indígena: Evidências dos Conteúdos Exigidos pela Lei 11.645/2008 no Livro Didático* Armelinda Borges da Silva*   Resumo: Neste trabalho objetivamos analisar os conteúdos abordados em livros didáticos de história de 1° ao 4° Ano utilizados em duas Escolas Públicas de Ensino Fundamental no município de Ji-Paraná, Rondônia. Investigamos se os conteúdos exigidos pela Lei 11.645/2008, sobre o ensino da história e da cultura indígena são contemplados. O procedimento adotado para coleta de dados foi a pesquisa documental (LAKATOS; MARCONI, 1990). E leituras relacionadas à temática com contribuições de Candau (2006), Portela; Mindlin (2008) e Neves (2013). Palavras-chave: Lei 11.645/2008. Povos Indígenas. Livros didáticos. Historia y Cultura Indígena: Evidencias de los contenidos exigidos por la Ley 11.645/2008...
Continue a Leitura »
Educação

Homeschooling

Audry Lara Science Castello Branco* Que tal propiciar ao seu filho uma alternativa de ensino diferenciada, que privilegia a mobilidade geográfica dos pais; que flexibiliza os horários e rotina da criança; cujo o ensino é adaptado ao desenvolvimento particular da criança; que preserva os valores morais, culturais, religiosos e ideológicos da família e inibe o contato das crianças com alguns elementos do ambiente escolar, evitando diversas situações impróprias, como o bullying? Essas são algumas das motivações comuns que caracterizam a escolha do homeschooling. O conceito de homeschooling é caracterizado pela proposta de ensino doméstico ou domiciliar. Sua proposta vem de encontro à frequência das crianças numa instituição, seja ela escola pública, privada ou cooperativa. A modalidade é legalizada em vários países, como Estados Unidos,...
Continue a Leitura »
Educação

Relatório de entrevista do Plano Nacional de Educação

RELATÓRIO DE ENTREVISTA DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – PNE Willian França Introdução O Plano Nacional de Educação, PNE, é um documento importantíssimo para que a educação brasileira consiga se nortear perante as atuais deficiências na educação. Mesmo que várias metas que encontram-se no PNE não saem do papel, o mesmo demonstra uma importância significativa por permitir ao governo ver em quais pontos foi possível avançar, pontos que se quer conseguiram planejar para executar, e pontos que foram alcançados mas não demonstraram o efeito esperado. Toda a educação brasileira vem passando por um momento de complicações, principalmente pelos cortes feitos pelo Governo Federal, que atinge diretamente as escolas, seja municipais, estaduais e federais, tornando assim um problema a mais...
Continue a Leitura »
Alfabetização

Concepções de criança e infância a partir da legislação brasileira

CONCEPÇÕES DE CRIANÇA E INFÂNCIA A PARTIR DA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA Ana Lúcia Silvério de Oliveira Domingos¹ Fernanda Duarte Araújo Silva²   Resumo: Esse estudo tem o intuito de apresentar reflexões sobre as concepções de criança e infância presentes na legislação brasileira. Os documentos analisados foram: Constituição Federal (Brasil, 1988), Estatuto da Criança e Adolescente (ECA, 1990), Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, 1996), Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI, 1998) e as Diretrizes Curriculares para a Educação Infantil (DCNEI, 2009).  Percebemos, de modo geral que as concepções de criança e infância foram construídas ao longo da história, e em cada época esse modo de pensar foram compreendidos de acordo com o contexto social.   ...
Continue a Leitura »
Educação

O uso do computador no Laboratório de Informática Educacional como recurso pedagógico para os professores das séries iniciais do ensino fundamental

O USO DO COMPUTADOR NO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCACIONAL COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA OS PROFESSORES DAS SERIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Leide Rodrigues da Costa*   RESUMO Este artigo aborda o tema “O uso do computador no Laboratório de Informática Educacional como recurso pedagógico para os professores das series iniciais do ensino fundamental” partindo-se do pressuposto de que as TIC’s facilitam a prática o professor exigindo que este profissional conheça os diferentes recursos computacionais que podem ser utilizadas na educação – programação, elaboração de multimídia, uso de multimídia – e entender o potencial de aprendizagem que elas oferecem para a construção de conhecimento, principalmente ao se utilizar o LIED da escola. Por isso, existe a necessidade de se dominar...
Continue a Leitura »
Educação

Percepções da constituição do Estado de Rondônia e suas implicações nas comunidades indígenas

  Jonatha Daniel dos Santos Rozane Alonso Alves Resumo: As discussões que rodeiam este trabalho, são pontuadas a partir das problematizações frente a formação do estado de Rondônia. Deste modo, optamos por abordar os estudos no campo da territorialidade das populações indígenas e sua retirada de seus territórios, bem como as aproximações e afastamentos com os estrangeiros – como Bhabha (1998) caracteriza, que neste espaço foram chegando. Ressaltamos também as estratégias de aproximação utilizadas por esses estrangeiros. Para tentar dar conta destas colocações, apresentamos os enredos históricos da formação do estado de Rondônia e a relação destes enredos para as populações indígenas numa perspectiva pós-estruturalistas. Palavras-Chave: Rondônia. Povos Indígenas. Territorialidade. Identidade. Abstract: The discussions surrounding this work are scored...
Continue a Leitura »
Educação

Povos Indígenas e a Constituição Do Estado De Rondônia – Município de Ji-Paraná: enredos históricos

Povos Indígenas e a Constituição Do Estado De Rondônia – Município de Ji-Paraná: enredos históricos   Rozane Alonso Alves Jonatha Daniel dos Santos RESUMO: Este trabalho é um recorte das Dissertações de Mestrado (PUCRS e UFRGS). Neste trabalho as discussões estão à volta da formação do estado de Rondônia e os enredos de poder, numa perspectiva pós-estruturalista, e suas relações com as populações indígenas desta região. Para tanto, apresentamos, apropriando-nos das historicidades que envolvem ambos os campos –  Formação do Estado e População Indígena, a questão da territorialidade e do contato com os desconhecidos que neste espaço iam chegando, que denomino Estrangeiros com base em  Bhabha (1998).  Palavras-Chave: Formação do Estado. Povos Indígenas. Territorialidade. Relações de Poder. Formação do...
Continue a Leitura »
Educação

Razão áurea: um curioso número matemático e algumas aplicações

Razão áurea: um curioso número matemático e algumas aplicações   Karina Pereira Carvalho Resumo               Euclides foi o primeiro cientista a definir o que posteriormente seria chamado de razão áurea, porém ela pode ser encontrada em obras e construções anteriores à sua época, sem citar a sua constante presença na natureza, não sendo possível definir exatamente qual foi o momento de sua descoberta (LIVIO, 2007). O presente trabalho focaliza o que é a razão áurea e quais são as suas aplicações. Outros assuntos relacionados com a mesma, como as propriedades do número φ, sua relação com a série de Fibonacci, ou como construir figuras geométricas que a respeitem, entre outros, não são tratados. Um pouco da história dessa razão,...
Continue a Leitura »
Educação

As atuais políticas educacionais no âmbito da educação especial e inclusiva

0000 AS ATUAIS POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA   Vanilda Aparecida de Souza Vilma Aparecida de Souza O presente artigo tem como objetivo apresentar uma retrospectiva histórica das políticas de Educação Especial no Brasil na década de 1990 e nos anos 2000. Nos últimos anos o discurso acerca da inclusão ganhou forte veiculação em todo o âmbito social, contando com o apelo de ações e políticas educacionais. No entanto, esse discurso tão difundido da inclusão deve ser compreendido como parte de um movimento que pertence a uma sociedade inserida no sistema capitalista, cuja lógica deixa como resultado profundas desigualdades de classes, de etnias, se gênero, de religião e outras, gerando uma ampla exclusão social. Numa...
Continue a Leitura »
Cidadania

Redução da maioridade penal e psicologia: reflexões iniciais

REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL E PSICOLOGIA: REFLEXÕES INICIAIS   Alessia Rodrigues Moura Ana Paula Farias Ferreira Anatália Daiane de Oliveira Resumo: Este artigo tem como objetivo refletir sobre a redução da maioridade penal a partir da Psicologia. Trata-se de uma revisão bibliográfica, utilizando como procedimento metodológico uma busca no SCIELO e no Google acadêmico, tendo como indexador a expressão “crianças e adolescente em conflito com a lei”. O interesse pela temática surgiu a partir das discussões ocorridas no âmbito da disciplina de Didática no curso de Psicologia da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), ocorrida no primeiro semestre de 2015. A questão da redução da maioridade penal está fomentando uma polêmica discussão sobre a situação do adolescente, seus direitos,...
Continue a Leitura »
Educação

Jogos de Estratégia de Computador como Instrumento Hipertextual no Ensino da Geografia

  Yan Christian Ruppel Querino da Silva * Alides Baptista Chimin Junior * Resumo: O presente trabalho teve como objetivo compreender como os jogos de estratégia de computador, enquanto instrumentos hipertextuais, podem ser utilizados de forma lúdica no ensino de Geografia. Para isso foi selecionado um dos jogos mais praticados no Brasil que se chama ATWAR. Utilizar estes meios de comunicação, onde o sujeito jogador se posiciona como componente ativo no jogo abre um leque de metodológico por meio do que Chateau (1989) define como conhecimento lúdico no ensino da geografia além de reduzir a distância entre professores e alunos. Palavras-chave: Jogo, Ensino, Geografia. Abstract: This study aimed to understand how the computer strategy games, while hypertext instruments can...
Continue a Leitura »
Educação

O ensino de Geografia nas Séries Iniciais: o que dizem as professoras e os alunos?

O ensino de Geografia nas Séries Iniciais: o que dizem as professoras e os alunos? Sidnei Floriano Filus Wanda Terezinha Pacheco dos Santos   RESUMO O presente trabalho objetivou fazer uma análise de como ocorre o processo de ensino da Geografia nas séries iniciais do ensino fundamental. A pesquisa, numa escola municipal da cidade de Irati – PR abordou questões sobre o entendimento da Geografia, através da entrevista com a professora do primeiro e a do quinto ano e atividades com alguns alunos das séries iniciais. Neste artigo, foram abordadas as características das aulas, temas e metodologia utilizadas pelas professoras para que se possa investigar como os alunos identificam a Geografia.                 ...
Continue a Leitura »
Educação

Avaliação mediadora contínua: definições e possibilidades na prática docente

    Karina Pereira Carvalho RESUMO             Este trabalho realiza um sucinto levantamento histórico sobre a avaliação escolar e apresenta, em linhas gerais, um procedimento contemporâneo classificado como “avaliação mediadora contínua”. Com o intuito de possibilitar a inovação na prática docente são apresentadas ainda possibilidades diversas de avaliação e elencadas, ao menos, três ferramentas introdutórias para a mudança inicial de paradigmas nos processos de avaliação. Palavras-chave: avaliação educacional, avaliação mediadora contínua, prática docente.   1 INTRODUÇÃO   Em geral, a avaliação educacional é aquela administrada pelo professor após a explicação do conteúdo, com o intuito de registrar o resultado do aprendizado dos alunos perante as aulas assistidas pelos mesmos.             Já o conceito de “avaliação mediadora contínua”, remete a...
Continue a Leitura »

O uso da informática na avaliação por métodos probabilísticos: estudo de caso em um curso de geometria analítica e vetores

Karina Pereira Carvalho e Niltom Vieira Junior     RESUMO Este trabalho faz uso de um método probabilístico, baseado na Teoria de Resposta ao Item, para a aplicação de testes informatizados. Em campo, foram comparados os resultados de uma prova tradicional com uma avaliação informatizada em uma turma de estudantes de licenciatura em matemática. Os resultados e as dificuldades encontradas nesta prática são discutidos neste trabalho.   Palavras-chave: informática na educação, geometria analítica e vetores, testes adaptativos informatizados. Licenciada em matemática pelo Instituto Federal de Minas Gerais, mestrando em matemática pela Universidade Federal de Itajubá (karinapkarvalho@hotmail.com). Professor de matemática no Instituto Federal de Minas Gerais, doutor em engenharia pela Universidade Estadual Paulista (niltom@gmail.com).   Confira o artigo...
Continue a Leitura »