Amor Mofado

Aparecida Luzia de Mello* publicado em 11/03/2010 como www.partes.com.br/terceiraidade/amormofado.asp   Ele, hoje com 90 anos, tem um olhar distante, como se procurasse no passado as emoções perdidas…. Se alguém puxar conversa logo ri e não perde a oportunidade, emenda um assunto a outro, evitando perder o interlocutor. Foi assim naquela tarde em que se comemorava […]

Batom Vermelho na Maturidade

Batom Vermelho na Maturidade Aparecida Luzia de Mello* publicado em 04/02/2010 como www.partes.com.br/terceiraidade/batomvermelho.asp   No primeiro dia de aula as alunas já conheciam o embrião do projeto que fora apresentado em alguns encontros pilotos visando desmistificar a ideia de escola para a maturidade. Houve dificuldade para formar a turma, pois muitas se sentiam desencorajadas por […]

O Porco do Natal

Aparecida Luzia de Mello* publicado em 18/01/2010 www.partes.com.br/contos/porcodonatal.asp   Foi logo após o almoço de Ano Novo, com a mesa farta e a família reunida que, sem querer, começou o jogo da memória. Alguém falou sobre o antigo sabonete “Vale Quanto Pesa”. Este era o sabonete da família. Seu preço era acessível, seu tamanho – […]

Façam seus pedidos…

Aparecida Luzia de Mello publicado em 22/10/2008 www.partes.com.br/terceiraidade/pedidos.asp   Ao desenvolver um trabalho acadêmico sobre idosos li o artigo da professora Rita Amaral[1], intitulado: O que desejo? Pergunta feita aos idosos antes do natal que “provocou emoções, esperanças, desconfiança, ansiedade, expectativa num um grupo de idosos residentes” numa instituição. Segundo a própria autora.     […]

Façam seus pedidos

Façam seus pedidos… Aparecida Luzia de Mello publicado em 22/10/2008 como http://www.partes.com.br/terceiraidade/pedidos.asp.     Ao desenvolver um trabalho acadêmico sobre idosos li o artigo da professora Rita Amaral[1], intitulado: O que desejo? Pergunta feita aos idosos antes do natal que “provocou emoções, esperanças, desconfiança, ansiedade, expectativa num um grupo de idosos residentes” numa instituição. Segundo […]