Meninas negras, resquícios da escravidão

Apesar do Distrito Federal ser a unidade da federação com maior queda nos números de trabalho infantil doméstico entre 2008 e 2011, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), todo o contingente populacional ocupado com afazeres de casa é formado por meninas negras. Entre 16 e 17 anos. Segundo o Pnad em 2008 havia 2.270 crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil doméstico na capital federal. Em 2011, o número caiu para 614. A redução de 73%, no entanto, não veio acompanhada da mudança no perfil das vítimas. Para a assessora do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea) e advogada Luana Natielle, “Existe ainda a reprodução da...
Continue a Leitura »
comportamento

O eterno conflito entre vida pessoal e vida profissional

* por Valdessara Bertolino Um dos grandes desafios dos profissionais inseridos no mundo do trabalho neste novo milênio, independentemente de gênero ou de profissão, é ter e manter a qualidade de vida. Todos buscam por esta qualidade, cada um à sua maneira. Porém, um dos maiores enigmas para quem tem uma carreira é justamente a ideia de separar a vida pessoal da profissional. Entrar no escritório, trabalhar e ao fim do dia ir para casa e viver uma vida plena e feliz junto à família é o sonho de consumo de qualquer profissional. Para os trabalhadores, no entanto, que não são super-homens ou supermulheres, conciliar suas atividades profissionais com o tempo livre está longe de ser uma tarefa simples...
Continue a Leitura »
Assédio Moral

Assédio moral no trabalho e a educação como instrumento de prevenção

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO E A EDUCAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE PREVENÇÃO   Lene São José de Souza * Hamilton Rodrigues dos Santos **   RESUMO Este artigo é resultado de uma análise bibliográfica que surgiu com a finalidade de compreender, analisar e difundir o que é o assédio moral no trabalho e as possibilidades de prevenção por meio da educação, por perceber que embora seja um tema atual, ainda é pouco discutido e desconhecido por muitas pessoas. Para isso foram utilizadas, como suporte teórico, obras literárias de autores como Marie-France Hirigoyen, Margarida Barreto e Maria Aparecida Alkimin que nos proporcionaram entender que o assédio moral no trabalho é uma modalidade de violência praticada com a intenção de ferir, ignorar...
Continue a Leitura »
Em Rhede

O mundo do trabalho

*por Valdessara Bertolino O mundo do trabalho oferece um leque muito amplo de opções para o profissional capacitado e comprometido, independentemente da sua área de formação e atuação. Porém, as empresas buscam, cada vez mais, por profissionais dispostos a enfrentar as diversidades e desafios mercadológicos, capazes de agregar conhecimentos e trabalhar em equipes com vistas ao êxito da organização como um todo. As empresas desejam ter colaboradores que sejam transparentes, éticos, sociáveis, adaptáveis, assertivos, comprometidos e que, sinceramente, gostem e se dediquem efetivamente ao que fazem. Para tanto, elas investem em seus funcionários, promovendo cursos, treinamentos, oferecendo benefícios e vantagens com vistas à permanência deste bom profissional no quadro de colaboradores. Assim, ele deve buscar por uma formação constante,...
Continue a Leitura »

Assédio moral atinge mais mulheres no setor frigorífico

Criação de secretarias segmentadas para os trabalhadores de frigoríficos e para as trabalhadoras do ramo da Alimentação são alternativas para combater abusos Conhecido pelos inúmeros casos de acidentes e doenças ocupacionais, o trabalho nos frigoríficos também é fonte de assédio moral. Mesmo representando 41% do total de trabalhadores do setor (cerca de meio milhão), as mulheres são as principais vítimas de constrangimentos e humilhações constantes. Para tentar mudar esta realidade, a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) irá criar, no dia 30 de novembro, secretarias específicas para a mulher e para os trabalhadores de frigoríficos durante a 3ª Conferência da CNTA (em Brasília). O objetivo é conscientizar e unificar a luta das mulheres...
Continue a Leitura »

Guerreiros não meninos…

Madalena Carvalho“…Seu sonho é sua vida…E a vida é trabalho…E sem o seu trabalho…Um homem não temhonra…” (Guerreiro menino, Fagner)Por mais que alguns possam reclamar da segunda-feira ou ficar feliz ao chegar a sexta-feira, uma coisa todos nós sabemos: o trabalho é importante, pois através dele temos condições para nos aperfeiçoar, para realizarmos nossos sonhos, cuidarmos de nossa família, enfim, nos dá dignidade como cidadãos.Ninguém gosta de ficar sem trabalhar, sem ter o sustento para sua  manutenção. O dia do trabalhador nos serve para fazermos um levantamento das nossas conquistas, tanto no aspecto de sociedade como também no aspecto pessoal. Muitos avanços já vimos no decorrer dos últimos anos relativos às relações de trabalho, boa parte das empresas possuem programas de valorização do seu trabalhador, preocupam-se...
Continue a Leitura »
12