Exercício físico

 A população mundial está envelhecendo. Este fenômeno reflete-se não apenas na esperança média de vida, mas também na proporção do número de sujeitos idosos. Assim, não é de se estranhar o crescente interesse, nestas últimas décadas, que se tem vindo a denotar por parte dos cientistas de diferentes ramos do conhecimento, pelo bem-estar, saúde e qualidade de vida dos idosos. De fato, entender o processo de envelhecimento é não apenas importante para determinar as causas do envelhecimento mas, também, fundamental para conhecer e desenvolver estratégias, que atenuem os efeitos da senescência para tornar possível viver os últimos anos de vida de forma autonoma e saudável. Vários são os fatores que têm sido identificados como potenciais atenuantes do envelhecimento prematuro, tais...
Continue a Leitura »

Marisa Monte

  Wandir M. Gonçalves Marisa Monte é sem dúvida nessa nova safra uma das melhores cantoras do Brasil. Suas múltiplas faces estão presente no novo trabalho: Memórias, Crônicas e Declarações de Amor. Produzido por Arto Lindsay e que contou com a participação da cantora. Quem nos deu o delicioso Cor de Rosa e Carvão (1994) nos presenteia com um disco leve, gostoso e como era de de esperar um sucesso. A árvore de cantar não seca e nem secará. Nesta edição uma linda canção que já é um sucesso: Amor I love you (Carlinhos Brown/Marisa Monte) DDeixa eu dizer que te amo F#m Deixa eu pensar em você Em Isso me acalma A7 me acolhe a alma G Gm D...
Continue a Leitura »

Perdas

  O Brasil perdeu várias personalidades neste mês, mas sem dúvida, duas merecem nossas homenagens. A primeira perda: O jornalista Barbosa Lima Sobrinho, que morreu aos 103 anos.  Alexandre José Barbosa Lima Sobrinho foi governador do Estado de Pernambuco, presidente da Associação Brasileira de Imprensa, membro da Academia Brasileira de Letras, deputado, escritor, jornalista, advogado. Mas, em sua longa vida, o que mais lhe agradava recordar era a sua condição de brasileiro. Conhecido como o senhor Coerência, toda a sua existência foi uma prova de fidelidade ao País em que nasceu.  Era presidente de honra da Academia Brasileira de Letras. Quando fez 100 anos, disse: ‘‘Vejo que todos me tratam com muita deferência, mas só tenho a dizer que...
Continue a Leitura »
Turismo

Penedo, um pedaço da Finlândia no Brasil

José Afonso de Oliveira O clima ameno, rios e cachoeiras que formam piscinas naturais de águas límpidas, pousadas confortáveis e tranquilas, saunas públicas, hospitalidade e simplicidade são as principais características deste povoado fundado por finlandeses no Brasil. No começo  do século XX, a partir de 1920, finlandeses chegados à região do Itatiaia encantaram-se com a natureza ao redor da montanha. É bom lembrar que a Finlândia é o pais que mais possui lagos em todo o mundo, levando em consideração seu tamanho. A relação dos finlandeses com a natureza é de profundo respeito e remonta à época pré-cristã, quando eram honrados deuses como Ukko, o deus superior dos trovões e relâmpagos, e Rauni, sua mulher, a Mãe natureza. Evidentemente...
Continue a Leitura »
Cotidiano

Cachaça, a verdadeira preferência nacional

Foto: Gilberto da Silva Dona de muitos nomes, ainda estigmatizada em sua própria terra, para muitos não é uma boa ideia, mas, também há admiradores espalhados por todo o Brasil. Com moderação e cautela é possível tomar um bom gole da “marvada”. Invenção dos tempos da colonização portuguesa no Brasil, nos antigos engenhos de açúcar, o refugo da produção era dado aos animais e aos escravos. Os escravos, às vezes, deixavam a borra de melaço fermentar por alguns dias, criando assim a primitiva cachaça. Pinga boa tem garantia de qualidade uai! A AMPAQ – Associação Mineira dos Produtores de Aguardente de Qualidade foi criada em 1988 para zelar pela qualidade da bebida no estado mineiro Para apreciarmos a boa...
Continue a Leitura »
Educação

Quantos temos por fazer!

Paulo de Abreu Lima    Patric… Sorriso curto, estreito, barriga acentuada, cheia de verme. Quando me vê, um olhar profundamente terno, que envolve a voz tímida, acompanha o gesto da perninha esticada indicando o sapatinho desamarrado. “ Tio, amarra pra mim…” Na sua expressão, no seu jeito, tem mais que um pedido, tem uma fala firme, embora pueril. Uma fala forte, profunda, que é também do seu pai, da sua mãe, que já não devem tê-las tão fortes. Mas o Patric, sim. É forte porque‚ pura. Mesmo que a faça, também, do seu pai e da sua mãe; antes de tudo é sua. Acho que‚ justamente por isso, é forte. ” Tio amarra pra mim…me dá um pouco do seu carinho…” Porque...
Continue a Leitura »

Perdas

  O Brasil perdeu várias personalidades neste mês, mas sem dúvida, duas merecem nossas homenagens. A primeira perda: O jornalista Barbosa Lima Sobrinho, que morreu aos 103 anos.  Alexandre José Barbosa Lima Sobrinho foi governador do Estado de Pernambuco, presidente da Associação Brasileira de Imprensa, membro da Academia Brasileira de Letras, deputado, escritor, jornalista, advogado. Mas, em sua longa vida, o que mais lhe agradava recordar era a sua condição de brasileiro. Conhecido como o senhor Coerência, toda a sua existência foi uma prova de fidelidade ao País em que nasceu.  Era presidente de honra da Academia Brasileira de Letras. Quando fez 100 anos, disse: ‘‘Vejo que todos me tratam com muita deferência, mas só tenho a dizer que é...
Continue a Leitura »
Educação

A clareza tem o seu preço

Rodrigo Contrera Sou duplamente estudante na Universidade de São Paulo. Duplamente porque faço filosofia (graduação) e ciências sociais (pós-graduação) na mesma faculdade. Tenho conseguido um rendimento razoável em ambos os cursos, mas é bom desde já esclarecer que custo vários milhares de dólares ao erário público todos os anos, como todos os meus colegas. Não tenho bolsa (já tive) e portanto custo aquilo que todo estudante custa – mas em dobro. Estudo em dobro, também – acreditem. Acompanho à distância o movimento dos professores da USP, que reivindicam aumento de salário. Pelo que sei, querem aumento de 54%, mais ou menos. Eles ganham pouco, isso é óbvio, sendo que doutores ganham menos do que eu, que tenho apenas curso...
Continue a Leitura »
Em questão

Minorias, maiorias… a quem interessa a divisão?

 Eduardo Paulo Berardi Junior Minorias? Maiorias? Negro. Mulher. Indígena. Judeu. Muçulmano. Homossexual… Heterossexual… Passivo… Ativo…Travesti… Transexual …G.L.S… Lenta e morbidamente, como um câncer, vivemos a tentativa – ou seria preferível dizer, a tendência? – da diluição da consciência de classe como parte fundamental da luta de classes através de mecanismos muito sutis. Estruturalmente, a economia globalizada, e a proposta de um mundo sem fronteiras, distancia o sujeito – detentor do poder econômico – do objeto, trabalhador, detentor da força de trabalho. Tornados iguais como consumidores, tornamo-nos massa, sem sermos classe, sem nem identificarmos os sujeitos e os objetos. Ao invés do “Trabalhadores do mundo, uni-vos!” cunhado por K.Marx temos hoje o Consumidores do mundo, consumi! sem que se possa,...
Continue a Leitura »
Cinema

Perfeição, pra quê?

Rodrigo Contrera Das várias formas de abordar temas-tabu, a comédia é uma das mais comuns. Isso não quer dizer que essa seja a forma mais eficaz de levantar discussões, já que comédia mal conduzida pode acabar tornando o tema alvo de zombaria. Pelo título, pelo tema e pelo cartaz, os desavisados podem até achar que Flawless (Ninguém é Perfeito, péssimo), dirigido por Joel Schumacher, é um desses filmes que aposta em situações ridículas e no mal-afamado humor americano para tornar o movimento das dragqueens algo palatável ao cidadão comum. A carimbada figura de Robert De Niro pode ser até um argumento a mais em favor dessa tese. O roteiro é simples, embora cheio de idas e voltas. De Niro faz...
Continue a Leitura »
Cultura

Sensibilidade e arte

Wandir Marques Gonçalves No lumiar de um novo século, oramos pela nobreza de seus versos, que tantos e a todos estes artistas narrou em suas canções, tem até quem diga: “Chico Buarque é um grande artista e poeta”, mas sim um grande músico, suas melodias soam corretas em nossos ouvidos, é como uma manequim nua, com suas curvas e suavidades, linda de se admirar. Logo em seguida vem suas vestes, e faz com que a mesma manequim linda e nua se torne linda e maravilhosamente vestida. Homem de grande sensibilidade que une ação, força e a realidade num mesmo frasco, como se a química já estivera pronta pôr si própria. Sua arte nos dá profundidade, buscando-nos no mais profundo...
Continue a Leitura »
Cotidiano

Você já empinou uma pipa com seu filho, hoje?

Paulo de Abreu Lima Refletindo sobre a construção deste artigo, pensava em 3 temas: o maniqueísmo e a neurose urbana na qual vivemos submerso no dia-a-dia numa cidade como SP a perda da arte no nosso comportamento, por estarmos “deglutidos” na tecnologia da informação “internetizada” e a consequência destas duas coisas na difícil tarefa de educar nossos filhos. No fundo está tudo muito interligado; se não, vejamos. As nossas relações no cotidiano têm se caracterizado como relações de receio, como relações de medo, até. É muito interessante observarmos que quando vivemos numa cidade como São Paulo, somos livres, pois somos anônimos, ao contrário daqueles que moram em cidade pequenas, onde todos sabem de tudo. Será que somos livres mesmo?...
Continue a Leitura »
Educação

Princípios que reúnem o trabalho na escola

Além da responsabilidade (citada no editorial) outros princípios foram recolhidos em algum texto – sem crédito (se houver, perdão pela cópia indevida) perdido na pasta de um ex-professor que abandonou o magistério.   LIBERDADE – Direito de escolha, ou seja, a condição de poder saber escolher e ter a escolha feita como um direito de fato. Não se poderia falar em liberdade sem se considerar o direito de quem quer que seja, de tê-la, de fato, pela expressão do pensamento. Na formação do educando, prepará-la uma formação capaz de permitir escolher. Enquanto Exercício da Vontade, compreende-se que a liberdade é o poder exercer a vontade que o indivíduo possua. Impedir que a vontade se expresse ou se manifeste no...
Continue a Leitura »
Cotidiano

Na cova com os leões

01 Eliana Maria Righi Criança é morta por leões em circo de Recife. Na sequência da tragédia temos quatro leões assassinados, um leão exonerado e dez pessoas são indiciadas. Estas, mesmo que venham a receber a sentença máxima, poderão cumprir a pena em liberdade, sem qualquer risco de virem a ocupar um dia qualquer tipo de grade, cercado ou jaula. Barbárie num mundo ignaro. Ignorância num mundo de misérias. Injustiça num mundo sem leis. Na Universidade Rural de Pernambuco, onde os leões foram necropsiados, comprovou-se que não havia nenhum material sólido no estômago dos animais. Fome. Como poderiam estes leões se defender da morte iminente por inanição? Qual a lei da natureza? Quais os instrumentos que dispunham naquele momento...
Continue a Leitura »

Lixo urbano

Poderia criticar as três esferas de poder em relação a esta questão e apresentar caminhos para solucioná-la; como o espaço é curto, vou me ater somente à segunda parte da proposta. O lixão é forma arcaica de depositar o lixo urbano, normalmente são lançados ao solo sem qualquer monitoramento e tratamento. Não vem acompanhado de qualquer estudo prévio do impacto ambiental, a contaminação do solo é inevitável, com o tempo solta um líquido, "o chorume" que atinge o lençol freático. Em diversos municípios do país, o lixão citado é a forma usual, mais barata para a Prefeitura...
Continue a Leitura »

Manifesto contra o rebaixamento da maioridade penal

O limite fixado para a maioridade penal não pode ser confundido com a ideia de desresponsabilização da juventude: inimputabilidade não é sinônimo de impunidade. O critério de fixação da idade penal é essencialmente cultural e político, revelando o modo como uma sociedade lida com os conflitos e as questões da juventude, privilegiando uma lógica vingativa-repressiva ou uma lógica educacional. É uma ilusão achar que o sistema carcerário brasileiro poderá transformar adolescentes autores de atos infracionais em cidadãos que possam contribuir produtivamente na sociedade...
Continue a Leitura »

A parte que nos resta

  Continuamos o caminhar por uma estrada brasileira borrada por comemorações ridículas, por caminhos sem terra, sem teto, sem nada, passando pelos com tudo, com terra.  Mas, apesar das injustiças, de consciências a serem aperfeiçoadas, da política ser reciclada, podemos avançar e crer na possibilidade do futuro. Nossos caminhos são múltiplos. A escolha, quase sempre difícil. Como avançar por esses caminhos enfrentando as suas dificuldades? Apenas caminhando… Mas é bom lembrar uma parte do livro-carta-aberta do jornalista Hamilton Cardoso publicado nesta edição: “Quando alguém está desorientado e perambulando é chamado de zumbi e quando alguém está zumbi, certamente está perambulando. Então ninguém quer ser zumbi e, consequentemente, presumo, no imaginário oficialmente permitido, nos dicionários e, principalmente ensinado às nossas...
Continue a Leitura »
Comunicação

A velhice e a tecnologia

Fátima Teixeira A poucos dias precisei encaminhar uma proposta por escrito que deveria ser recebida o mais rápido possível. Como não dispunha de aparelho de fax me dirigi a uma papelaria próxima para executar a operação. Enquanto aguardava, puxei conversa com o balconista lamentando não dispor de tal comodidade em minha residência. O balconista minimizou minha queixa afirmando que, com a chegada do micro computador e o acesso à Internet, o aparelho de fax havia se tornado um objeto obsoleto. Projetou ainda, que num futuro próximo a papelaria, a biblioteca e outros serviços ligados ao setor serão desnecessários fazendo com que a sua própria profissão desapareça do mercado de trabalho. Disse que já está se preparando na busca de...
Continue a Leitura »
Turismo

Os verdes montes de Minas

Curta o sossego e o romantismo de Monte Verde. P@rtes convida você para passar um final de semana tipicamente europeu, degustando delícias da gastronomia alemã nessa maravilhosa e tranquila cidade mineira. José Afonso de Oliveira Monte Verde fica no extremo sul de Minas Gerais. A 160 km da cidade de São Paulo e a 508 km da capital mineira, pela rodovia Fernão Dias. Em 1936, um  imigrante da Letônia, Werner Grinberg  atraído pelo clima, chegou aos “Campos de Jaguari”, em Camanducaia onde comprou várias terras para formar a sua fazenda. As terras passaram a ter o nome de seu fundador: “grin”, que significa verde em letão e “berg”, monte. Encravada na Serra da Mantiqueira, está situada a uma altitude de 1.600...
Continue a Leitura »