James, ou como você deve achar o que é

Por Gilberto da Silva James estava deitado durante muitas noites e dias naquele lugar fedido. Sofrido. James estava quase morto, não mais tinha força para enfrentar a janela. Encarar o Sol, a Lua, o vento. Vivia um sonho ou vários sonhos regados a qualquer tipo de droga que possuía. James do amor vendido, do emprego […]