A OUTRA FACE DE UM ÍDOLO – PARTE 1 Margarete Hülsendeger Não é bom tocar nos ídolos; o dourado pode sair nas nossas mãos. Gustave Flaubert Não conheço ninguém que não tenha, em algum momento da vida, experimentado o amor sem reservas que só um ídolo é capaz de despertar. Há os que veneram atores e atrizes, outros preferem astros de rock e há aqueles que adoram escritores e pintores. A verdade é que não faltam homens e mulheres fascinantes no mundo e, portanto, heróis e heroínas com os quais podemos nos identificar. Eu, é claro, não sou uma exceção. Apaixonei-me perdidamente inúmeras vezes, sempre por seres inalcançáveis. A consequência desses amores de mão única é óbvia: sofri como...
Continue a Leitura »