Pertencimento étnicoracial a partir das políticas públicas educacionais

  Rozane Alonso Alves[*]    RESUMO: Este estudo buscou discutir as problematizações que envolvem a prática docente frente as políticas…

Discutindo o papel da escola frente a docência e ao currículo

Rozane Alonso Alves[*]   Resumo: Este artigo busca apresentar por meio de discussões teóricas como a escola vem se constituindo…

O uso do Computador na Escola
4. IMAGEM PARA INSERIR NO ARTIGO

O artigo tem o objetivo de mediar o uso do computador na sala de aula como ferramenta facilitadora da leitura e escrita dos alunos do 5.º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Augusto dos Anjos em Macapá – Amapá. Através da aplicação de questionários, constatou-se que os alunos sabem usar o computador e confirmam que, através dele, praticam a leitura e a escrita em suas pesquisas e trabalhos diversos.

Ressignificando o espaço escolar: uma luta pelo coletivo
imagem para o artigo

Refletir sobre o significado do espaço educacional é olhar para a sociedade e reconhecer um lugar de vivências múltiplas. A escola é um dos ambientes que nos permite encontrar as diferenças. As transformações socioculturais se fazem presente em todos os lugares, portanto, deve oportunizar uma visão, além de quatro paredes da sala de aula, de um currículo restrito ao conhecimento, para possibilitar um novo significado entre eu e o outro que também faz parte da sociedade. É uma relação de igualdade e diferença ao mesmo tempo.

A Educação de Jovens e Adultos e a inserção do Computador no cotidiano do aluno no ambiente escolar
Foto para o artigo

O artigo procura enfatizar a usabilidade dos novos meios tecnológicos, em especial o computador, a ser utilizado como instrumento pedagógico pelos professores da Educação de Jovens e Adultos – EJA, inovando sua metodologia de trabalho dentro do processo educativo. Percebe-se que a inserção deste instrumento como ferramenta pedagógica, ajuda o aluno a galgar novos conhecimentos, bem como torná-los capazes de interagir com os conteúdos trabalhados em sala de aula de maneira prazerosa.

O Papel das Organizações a Associações Indígenas no Contexto Educacional Amazônico: Das Primeiras Lutas ao Curso de Licenciatura em Educação Básica Intercultural de Rondônia

  Maria Isabel Alonso Alves*   Resumo: A resistência indígena sempre foi determinada pelo confronto étnico e cultural com a…

A utilização de recursos midiáticos como instrumento facilitador no processo de ensino-aprendizagem da Língua Francesa
frances

Este artigo apresenta um breve relato de uma experiência educacional na formação continuada em Francês Língua Estrangeira (FLE), enfatizando as ações realizadas no Centro Cultural Franco Amapaense, localizado em Macapá-AP. Aborda um projeto pedagógico inovador que favorece o hábito da leitura por meio da utilização de recursos midiáticos, resultando na motivação para a aprendizagem, práticas interativas e aquisição de conhecimento.

Material escolar sofre carga tributária elevada
matescolar

Um estudo divulgado pela Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (ABFIAE), com base em uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), aponta que esses tipos artigos são taxados com cargas tributárias correspondentes a até 47% do valor final do produto, como é o caso das canetas, o item mais onerado da lista

O Uso da Informática como recurso Pedagógico no Ensino Fundamental II pelos professores da Escola Estadual Dom Aristides Piróvano no Município de Macapá – AP

O presente Artigo é resultado da pesquisa realizada na Escola Estadual Dom Aristides Piróvano do município de Macapá – Amapá, com o objetivo de investigar o uso da informática como recurso pedagógico no Ensino Fundamental II, já que a sua utilização como recurso pedagógico é de grande incentivo na aprendizagem e para tanto, foram entrevistados 10 professores da escola no qual obteve como resultado que os professores fazem uso da informática como recurso pedagógico em suas aulas, auxiliando e facilitando o processo de ensino aprendizagem.

As falácias de Marta
Ministro  Juca Ferreira defende mais investimentos públicos e privados para a cultura   Elza Fiúza/Agência Brasil

Quando Marta ataca, publicamente, a gestão de Juca, está sendo injusta e desonesta. Na gestão de Juca, a cultura brasileira tinha com quem contar: além de experiência no ramo, o que é fundamental, é um gestor respeitado. Aliás, respeito é essencial. E Marta não obteve respeito: nem da classe artística, nem da política. Enquanto Juca batalhou seu espaço na área cultural, Marta foi alçada ao Ministério como prêmio de consolação. Falar de problemas orçamentários na gestão Juca é outro equivoco: foi com ela que o Arte no Dique, para ficar num exemplo local, está esperando R$ 360 mil que foram acordados. Estamos a ver navios. Não fossem os governos estadual e municipal, do partido opositor ao dela, a situação da instituição estaria bastante prejudicada

Como incorporar o uso de mídias na Escola – O surreal no virtual
imagem 2 alunos da escola helenise

Este trabalho é o resultado de uma pesquisa feita na Escola Estadual profª Helenise Walmira Dias dos Santos, no município Macapá-AP, que procurou investigar como as mídias influenciam na aprendizagem da disciplina Arte e como os alunos estão utilizando-as em sala. Para isso, foi feito um questionário com perguntas direcionadas ao uso das tecnologias e o ensino de Arte. E, ao final, comprovou-se que o uso das mídias proporciona aos alunos o despertar para a criatividade e o senso crítico quanto aos assuntos relacionados ao Surrealismo.

Alice e o Coelho
multiverso001

Existem teorias na física que parecem vindas direto da ficção. Há coisas tão loucas circulando pelas mentes dos cientistas que acreditaríamos que eles perderam completamente o juízo. Uma dessas ideias malucas é a “teoria dos multiversos”.

A menina que espiava
rlivroseremigton

  “O importante não é onde moramos, mas onde a casa mora.” Mia Couto Abriu a porta e o escuro…

Atentado à liberdade
150108100435_hebdo_cover472

Eduardo Paulo Berardi Junior O mundo está em choque com o ataque ao periódico francês -diz o noticiário da tevê…

Algozes da paz

Por Adilson Luiz Gonçalves Existem bilhões de seres humanos! Assim, é natural que existam culturas, crenças e modos de viver…

A Educação Escolar Indígena e a Criação dos Cursos Interculturais no Brasil
Valter Campanato/ABr

Brasília - Indígenas participam da inauguração de estação digital, no Memorial dos Povos Indígenas

Trata-se de reflexões a partir de um recorte da dissertação de mestrado, onde apresentamos alguns dados relacionados ao processo histórico da Educação Escolar Indígena brasileira, principalmente no contexto amazônico, cujo tema refere-se a Identidades indígenas: um olhar para o Curso de Licenciatura em Educação Básica Intercultural de Rondônia, sendo um dos objetivos, avaliar o processo de formação de professores indígenas em Rondônia no curso de Licenciatura em Educação Básica Intercultural da UNIR, campus de Ji-Paraná

A aplicação das Tecnologias da Informação e Comunicação no ensino de História

Este artigo objetiva discutir a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s) no ensino escolar. Dentro de um enfoque na disciplina História, foi realizado pesquisa com docentes de escolas públicas para saber como eles interpretam a função das TIC’s no processo de ensino-aprendizagem, em que é ressaltado a necessidade de melhor capacitação para o uso das mesmas.

Discurso de posse do ministro da Educação, Cid Gomes

Discurso de posse do ministro da Educação, Cid Gomes Brasília, 2/1/2015 “Minhas amigas, meus amigos, ‘Brasil, Pátria Educadora’. Este é…

Um violino, uma devoção
file0002121611080

O menino, comovido pela música, que penetrou em sua alma, relata para a mãe sobre a vontade de aprender a tocar o instrumento. Ela não sabia como poderia atender à vontade do menino, mas percebeu a importância desse interesse. Angustiada, ela expressa o desejo do filho para uma professora.

Mensagem 2015
MENSAGEM 2015

   Enviar artigo em PDF   

Próxima Pagina

go to ajlee