A cena – poesia singular

A CENA – (POESIA SINGULAR) Nazaré, 10-12-2016 Gilberto Nogueira de Oliveira Você acha que vale a pena Matar bandidos pobres Quando bandidos nobres Estão fazendo a cena? Você acha que vale a cena Da elite traficar No conforto do seu lar Numa calma serena? Você acha que calma serena Desse traste do dinheiro De pousar […]