Natureza é Manaus

Crédito:
ME/Portal da Copa/Gideão Soares

Turismo – Ano I – Nº12 – março de 2001

Manaus é a capital do maior estado brasileiro, o Amazonas. É a porta de entrada para a mais importante reserva natural do planeta, atualmente centro de uma discussão sobre sua internacionalização, que está sendo alvo de alguns interesses nada nacionalistas. A cidade de Manaus, que está no centro do imenso verde da Amazônia, é o ponto de partida para explorar os mistérios da mata.

 

A Origem
Segundo alguns historiadores, a origem do nome da cidade vem de uma tribo de índios que habitava a região em que os colonizadores portugueses se instalaram em plena Bacia Amazônica, exatamente na confluência dos Rios Negro e Solimões, local onde acontece um espetáculo único em todo mundo, o encontro das águas.

Em 1699, tudo era concentrado no forte São José da Barra do Rio Negro. Em 1844 o lugar ganhou um grande impulso devido à extração e exportação da borracha, produzida com o látex tirado da seringueira. A etnia manauara formou-se com a miscigenação entre nativos, colonizadores e os milhares de nordestinos que para lá migraram no início do século passado em busca da fortuna.

 

Passeios
Mercado Municipal. Às margens do Rio Negro, que tem esse nome graças à coloração escura das águas. O mercado tem as suas estruturas e ferro fundido e vitrais coloridos que foram importados da Europa no início do século XX e é uma réplica do Les Halles de Paris.

Porto Flutuante. Todo ele pré-construído por ingleses, sobe e desce de acordo com a vazão ou cheia do Rio Negro.

Palácio Rio Negro. Atualmente abriga a sede do governo do Amazônia, foi construído nos tempos da borracha para servir como residência de Valdemar Scholz, um rico alemão.

Praias. Manaus tem algumas formadas pelo Rio Negro. Porém em alguns per

Post Author: partes