O recuo do Zeca

O governador do Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, fez uma autocrítica e admitiu ter cometido um erro ao convidar o ex-deputado Saulo Queiroz, do PFL, para integrar seu governo sem antes consultar a direção do partido.

“Falhas, a gente comete a todo o momento, mas o importante é ter humildade para admiti-las. A questão do Saulo está encerrada, até porque ele não aceitou o convite”, afirmou.

Ao final da reunião da executiva nacional do PT, foi emitida uma nota oficial em que os dirigentes do partido destacam “a necessidade de que as alianças respeitem os critérios nacionais do PT” e dão como encerrado o caso do convite ao ex-deputado do PFL. “Respeito a direção como sendo a maior instância do partido”, frisou o governador.

Post Author: revistapartes