Quadrilantes

Valdicleia Gleise da Silva Costa

como www.partes.com.br/cronicas/Quadrilantes.asp publicado em 25/05/2008

Gleise Costa é especialista em educação pós-graduada pela UFRPE, graduada pela UNICAP, escritora publicada pelas edições Bagaço de Recife e professora de História da Rede Pública Estadual / Municipal e privada em Recife /Pernambuco

Em um mundo quadrado quadriculava aos quatros cantos  um quadrado casal e seus filhos quadrados.

Mas não estava completa a família quadrada, aguardavam o quarto filho quadrado para serem muito mais felizes em seus  mundinhos quadrados.

Bem perto das quatro horas nasceu o tão esperado filho, mas já no hospital, quatro médicos quadrados que estudaram por anos em universidades quadradas, aperfeiçoando seus diagnósticos quadrados  abordaram o  quadrado casal:
-Infelizmente seu quarto filho não é um quadrado normal !
-O que de errado ocorreu Doutores Quadrados ?
-O que ele tem doutores? Perguntam  em uma só voz os pais  quadrados?
E suas vozes ecoaram aos quatro  cantos do apartamento do hospital.
-Bem !!!! Respondem os médicos quadrados  com caras carrancudamente quadradas ao dar a notícia.
-HUMMMM!!!! O termo técnico para “isso” é complicado demais.Mas basta vocês  entenderem que seu filho  é um… é um… Desculpe-nos , vocês que quadruplicar  suas forças ,mas seu filho é um … TRAPÉZIO!

Que choque para aquela família que por toda sua quadrada existência só ao quadrado perfeito conheciam.  .

Aguardavam o seu  quarto filho quadrado  e sabiam muito bem o que esperar  de um bebê quadrado  pois outros bebês quadrados já experiência  tinham, como as fraldas  quadradas trocar, como  quadradamente alimentá-lo ,como levá-lo para passear em parques quadrados ,  sabiam  quando andariam com seu passinho quadrado , como falariam quadradrêz .

Sempre tudo a sua volta havia sido quadrado, os filhos de seus amigos  eram quadrados.

Afinal o mundo era quadrado ou não era?

Sabiam ser quadrados, valorizavam o quadrado pois quadrados eram .

Agora como enfrentar os quadrados olhares , os comentários quadrados dos amigos e parentes nos cantos  quadrados?

Como  um casal quadrado perfeito com uma quadrada família perfeita  em retas linhas quadradas ,um  filho não quadrado  tiveram?

Como dizer   ao mundo quadrado? Como ser pais  quadradamente perfeitos de um bebê  Trapézio?

Nunca por suas cabeças quadradas  passou a possibilidade de sua família quadrada não ser assim tão quadrada. E tudo isso os assustava.

A  primeira reação foi a negação.

Afinal os doutores quadrados poderiam ter se enganado. Os quadrados  doutores  explicaram que não.

Não há engano !Não !Não !Não!

A mulher quadrada ainda muito assustada mas determinada enxugou suas quadradas lágrimas falou do fundo de seu quadrado coração de mãe.

– Ele pode não ser um quadrado perfeito mas nós o amaremos e lutaremos para  que seja o  melhor  quase quadrado que pudermos  ajudar a ser…

Tratamentos ? remédios? vacinas ? O que poderemos fazer? Para fazer nosso pequenino quase quadrado um quadrado perfeito ser?

Os médicos  quadrados  assim negaram quadradamente ao casal qualquer possibilidade de um quadrado  Trapézio algum dia se transformar.

Entre lágrimas quadradas o casal assustado, mas  resolutos a lutar , e a dar a seu filho  que não era um quadrado “normal”.

Uma vida  mais quadrada possível, e   encaixar seu filho   em um mundo de formas  predeterminada -mente -“certa”  .

Dos quadrados rostos de pais quadrados de um mundo quadrado  rolaram lágrimas quadradas  pois  não sabiam ao  certo o que esperar.
Em um mundo tão quadrado , como  seria a vida de seu amado filho  “não quadrado”.
-O mundo  a nossa  volta  é todo pré organizado  para os quadrados , quem não é quadrado nesse mundo  como  é possível   sua existência?  Perguntou o pai quadrado com seu senso prático.
Mas uma família  quadrada cheia de amor  aos quatro lados   decididos estavam   em dar a seu filho Trapézio  a vida mais quadrada que o amor pudesse criar.
Pais  preocupadamente quadrados, a vários especialistas consultaram teve um que  ao pequenino Trapézio quis  em uma forma   de aço  moldar para que  ao ir crescendo    em quadrado se limitar.
Outro grande e renomado falou logo em cirurgia, se cortarmos daqui  e dali quase quadrado pareceria .
Foram até para um   guia espiritual que aos espíritos ancestrais dos  quadrados originais apelou   ,mas de nada adiantou.
A segunda atitude dos quadrados pais, foi a aceitação.
Um certo quadrado dia fizeram uma reunião uma mesa quadrada com seus quadrados filhos, e decidiram buscar  melhorar a vida o máximo possível para o pequeno Trapézio.
E todos  da família   quadrada por amor a Trapézio alongaram seus horizontes.
E engajados pela felicidade  de trapézio lutariam , só que  de agora em diante  em outra  forma não mais o tentariam transformar. O mundo quadrado é que se adequaria    condições de Trapézio  um especial cidadão.
Agora  alertar o mundo que Trapézios em  um mundo quadrado  tem direitos  de viver em plenitude, tem direitos e deveres como qualquer cidadão pode ir pra lá e pra cá de ônibus  ou nas calçadas passear , tem direito  a trabalho ,a família e a educação. A ser  um perfeito trapézio feliz .

Os primeiros  passos de trapézio  e sua família não foram fáceis  , tanto tinha que superar, mas um passo de cada vez em seu ritmo ele seguiu sua caminhada.

Em uma escola quadrada de quadrados professores,  prontos  para  quadrados jovens formar.
Trapézio foi  matriculado. Um universo de possibilidades   e aprendizagens para quadrados e não quadrados .
Trapézio teria uma nova  jornada  a seguir e uma grande luta a  travar…
E nem quero falar dos quadrados degraus , nas quadradas cadeiras , dos banheiros quadrados , da cantina  quadrada com seus lanches  quadrados e nos  caras  caretas quadrados  que pensavam  quadrados  riam quadrados  e  de tão quadrados até seu coco eram quadrados!

Ainda tinham os pais quadrados  com seu  olhar  quadrado ,questionando a influência danosa que Trapézio poderia causar, não sendo assim um quadrado   ao grupo de mentes jovens quadradas  com certeza os distrairia ou pior os  levaria para um caminho não quadrado na vida é isso  era impensável  em um mundo quadrado.
Pois seus filhos quadrados com trapézio teriam de  estudar ,atrasaria os quadrados  esse não quadrado no grupo !E por horas  de convívio de  puros quadrados    com um trapézio o que isso poderia gerar?
Muitos quadrados pais fechados  proibiram de seus adoráveis perfeitos filhos do trapézio se aproximar até com a direção foram falar o perigo questionaram o que o trapézio faria ali naquela quadrada e respeitável instituição.
De forma alguma poderiam aceitar tal mistura  seus filhos quadrados  com um..um..  não quadrado.

Trapézio,e sua família  mais essa  teve que superar .E se necessário  fosse as quadradas leis apelar.
Mesmo que muitas vezes isolado sem amiguinhos quadrados  no recreio tivesse que brincar sozinho sentado  no mundo quadrado  ele não desistiu e lutou.
-Um dia de cada vez  mais distante estou  do inicio da jornada  superar sei que vou! E uma lágrima não quadrada de seu rosto rolou.

Trapézio  um certo dia teve  quase um ataque do coração  que parecia explodir de seu peito tamanha a emoção , primeiro amor  o fez engolir em seco , tremer as pernas , não saber o que dizer , perto daquela que ele amara queria o tempo todo se manter começou a achar rima em mão e em balão , qualquer palavra valia para  fazer uma canção ,para a doce  eleita de seu coração.
Seria possível? Trapézio   apaixonado  estava! Mil sonhos traçou mas sua  alegria pouco durou.
Ser olhado ,julgado ,medido e  mais uma vez rejeitado  por ser trapézio e não quadrado isso  o machucou. E mais uma luta travou , é direito de um não quadrado !!! Também o amor!
Varias vezes Trapézio  chorou escondidinho em seu quarto quadrado em seu travesseiro quadrado  ,e quando o dia  de sol raiava  lá estava   cheio de convicção lutando e superando   cada obstáculo  cada degrau quadrado  em sua jornada.
Um dia bem distante  das dores  que vivia  ,sabia que encontraria a pessoa certa que não olharia só sua forma   mais  sua essência longe de formas rígidas e frias .
Mas trapézio  em sua vida   aprendeu a guardar as lágrimas a superar  a imagem de quadriláteros perfeitos que  escondem suas verdadeiras formas na aparência  igual, imagem que não mostra o real .
Trapézio aprendeu a  crescer por dentro , além das formas de um mundo quadrado que vive preso a um a única forma de  valores quadrados de uma sociedade  quadrada que não consegue perceber que quadrados e trapézios todos são formas geométricas planas  com  quatro lados    ergueu sua cabeça e gritou bem alto polígonos somos todos nós   não importa  essa “quadrada divisão”.

Post Author: partes