LAÇOS QUE SE ENTRELASSAM (Sérgio Dal Sasso)

Se existe uma coisa que gosto tem a ver com o escrever, pois não tem coisa mais fascinante do que querer retratar e tentar traduzir o que se pensa de uma forma mais ou menos organizada no papel de antes, no computador de hoje.

Talvez tudo que faça nem sempre terá tanto significado para quem lê, pois os estados de cada uma são diferentes pelo tempo e momento, e por isso a importãncia tem que ser para si, já que fazemos pelo gosto e que se isso tiver sentindo para você, então ótimo, mas se não, entenda que qual seja o teor do tema, profissional ou pessoal, amo a todos, pois levam o tudo que sou e por isso minha própria autenticidade.

Nunca gostei de ser cópia e assim vou levando a vida movendo-a pela sensação de que os ventos vão soprar levando-me na direção dos fatos, que somando ou não trarão de alguma forma experiências que podem adicionar algo sempre.

Quando buscamos pela própria evolução nunca lamentamos o que já se foi, pois sempre farão as partes que fundamentarão nossas construções, nossas buscas pelos pontos que transferem segurança, que fazem a composição de algo mais amplo, mais feliz.

Post Author: revistapartes