O amor pode dar certo

O AMOR PODE DAR CERTO

(EUA – 2006)

por: nair lúcia de britto

Nair Lucia Britto é jornalista e colaboradora da Partes

Às vezes a vida conduz as pessoas a uma situação muito difícil e tão sofrida que, ao passar por esses momentos de angústia, elas ficam perdidas, sem saber o rumo que devem seguir…

Mas deixar-se levar pelo desespero é o pior caminho. Pois os resultados tornam o sofrimento maior ainda…

O Amor pode dar Certo não é simplesmente um filme romântico. Embora conte uma história triste, traz uma mensagem muito positiva.

A história começa quando Griffin (Dermot Mulrone) encontra-se numa clínica médica e, enquanto aguarda ser atendido, ele brinca com uns peixinhos que nadavam dentro de um aquário.

Sentado diante da médica, ele recebe friamente a notícia de que lhe resta pouco tempo de vida. Intimamente ele sente que o mundo desabando sobre sua cabeça. Não se desespera, e reflete sobre o que poderia fazer no pouco tempo que tinha para viver. A primeira ideia que lhe vem à mente são os filhos que moravam com sua ex-mulher.

Mas quando chega até eles, a recepção da mãe dos garotos é péssima. Ele deixa, então, a visita para um outro dia.

Depois, procura ler livros que tratam sobre o problema que vivencia e assiste palestras que podem ajudá-lo a enfrentar seu destino.

É justamente numa dessas palestras na Universidade de New York que ele conhece Sarah Phoenix (Amanda Peet), uma moça bonita pela qual se sente imediatamente atraído. Sabe que não tem direito algum a um envolvimento mais sério, pois não seria justo para com ela.

Mas a atração é mútua e o envolvimento é inevitável…

Como essa relação se desenrola é uma lição de vida e revela que, quando o amor é verdadeiro, o tempo não existe e esse sentimento supera as situações mais complicadas.

A trilha sonora acompanha o filme com a mesma delicadeza e doçura… Uma dessas lindas canções, do incrível e magnífico Bob Marley, aquece o coração e só traz lembranças bonitas…

 

 

 

I can see clearly, the rain is gone

I can see all obstacles in my way

Gone are the dark clouds that had my blind

It’s gonna be a bright, bright, bright

Sun-Shiny day…”

Eu posso ver claramente, agora que a chuva se foi

Eu posso ver todos os obstáculos no meu caminho

Foram-se as nuvens escuras que não me permitiam ver

Vai ser um brilhante, brilhante, brilhante

Dia de sol…

Post Author: partes