O idiota e o nômade






  O idiota e o nômade   Ronie Von Rosa Martins Cynthia Farina RESUMO: Através da aproximação de dois personagens conceituais de Deleuze, procuraremos definir duas formas de pensar o momento contemporâneo, uma através da personagem do Idiota; ortodoxa, dogmática, habitante de si mesmo e o outro através do Nômade, personagem que se vulnerabilizando aos […]






A democracia já começou?






Por Bruno Garcia Andrade Legalmente, pelo menos ao que dizem, o sistema democrático brasileiro passou a vigorar no ano de 1985, logo após a tumultuada eleição de Tancredo Neves através do Colégio Eleitoral e que nem chega a tomar posse devido a uma doença que o leva à morte, assim assumindo o então vice-presidente José […]






Pai – precisamos esperar por agosto?






por Paulo de Abreu Lima Alguns meses atrás, mais exatamente em agosto do ano passado, a Folha de São Paulo, em alusão ao Dia dos Pais, publicou uma reportagem onde abordava diversos tipos de pais. Chamou-me a atenção a diversidade desta tipologia pois apresentou pais adotivos, ricos, pobres, etc., ou seja, tipos muito diferentes entre […]






25 de castrismo: A vitória do capitalismo






Por Florestan Fernandes Publicado na coluna Tendências e Debates, na Folha de São Paulo, dia 1 de janeiro de 1984 O capitalismo foi incapaz de introduzir na América Latina o ciclo de suas revoluções típicas. Para garantir o seu desenvolvimento, o capital teve de recorrer, com freqüência, a ditaduras cruéis. Oscilou sempre entre o conservantismo, a […]






Hora de refazermos






Por Gilberto Silva   “Os filósofos se limitaram a interpretar o mundo de várias maneiras; a questão é transformá-lo” – Marx   Destroçados pela avassaladora avalanche de informações, contrainformações e completamente recheados com vivas à nova ordem mundial dita bela e una, nós -pobres mortais, nascidos em um país de natureza colonial e de herança […]






De que riem os democratas?






Gilberto da Silva Este texto é uma retomada de uma reflexão feita há dez anos, em muitos aspectos tudo permanece igual. Exceto meus cabelos – que sobraram – brancos. As barreiras físicas – ideológicas caíram com o ruir das pedras de Berlim. Com os restos dos cascalhos germânicos, iniciou-se a guerra ideológica dada desde o […]






Vivo para eu mesmo ou para o outro?






Vivo para eu mesmo ou para o outro? Paulo de Abreu Lima Há cerca de um mês atrás se realizou o McDia Feliz, uma iniciativa do McDonald´s que apóia instituições que atendem crianças com câncer. Um pouco antes, me parece, aconteceu, também, o evento Teleton, uma ação de grande porte, envolvendo, inclusive grandes redes nacionais […]






Devemos combater os estrangeirismos?






  A Comissão de Educação da Câmara aprovou o projeto de lei que proíbe o uso de expressões estrangeiras no país em eventos públicos, nos meios de comunicação e em estabelecimentos e produtos. O projeto de autoria do deputado do PC do B – SP, Aldo Rebelo, tolera palavras de origem estrangeira que já tenham […]






As sensações que não me abandonam






O último dos meus artigos foi sobre um homem que vendia amendoins em um ônibus – o que me incomodou, mesmo que pouco. De lá para cá, os motivos têm ido desde o sequestro televisionado do Rio – que acompanhei “explodindo” por dentro – até a figura do próprio Pelé, que domina meus dias, pois trabalho no portal que leva seu nome. Não tenho conseguido passar em branco todos esses dias, que em muito têm me afetado, mas escrever que é bom, nada.











Há sentidos na vida?






Gilberto da Silva Viver tem sentido. Compreender o significado da vida nem sempre tem sentido. Entendê-la, decifrá-la é a tarefa mais difícil de ser cumprida. Viver hoje, na maioria dos casos, num cotidiano estressante, violento e impiedoso. É um convite à resistência. Resistir à infelicidade que teima em colocar-se presente em todos os momentos. O […]